Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

‘Pilhas de corpos’ de imigrantes são encontradas em caminhão no Texas

Além de 46 mortos, outras 16 pessoas foram encontradas vivas no veículo sofrendo de insolação; polícia suspeita de tráfico de pessoas

Por Da Redação
Atualizado em 28 jun 2022, 10h56 - Publicado em 28 jun 2022, 10h54

Pelo menos 46 pessoas foram encontradas mortas em um caminhão abandonado no Texas, nos Estados Unidos, na noite de segunda-feira 27. De acordo com autoridades, outras 16 pessoas, incluindo quatro crianças, estavam vivas dentro do veículo e foram levas a hospitais, com problemas de saúde devido ao calor.

“Os pacientes que vimos estavam quentes ao toque, estavam sofrendo de insolação, exaustão”, disse em entrevista coletiva o chefe dos bombeiros local, Charles Hood. Segundo o oficial, o caminhão que transportava as pessoas não tinha ar condicionado nem água potável.

O clima de San Antonio, cidade onde o veículo foi encontrado, é bastante quente neste período do ano, com temperaturas chegando a 39,4º C na segunda-feira.

De acordo com o canal de TV KSAT, o veículo foi descoberto próximo a trilhos de trem na região de Southwest Side em San Antonio. A cidade fica a cerca de 250 km da fronteira entre Estados Unidos e México.

Ainda não se sabe exatamente como as vítimas morreram. Três pessoas foram detidas como parte das investigações sobre o episódio, que estão sendo conduzidas por agentes federais. A principal suspeita é de que as vítimas sejam imigrantes ilegais que estavam tentando atravessar a fronteira dos Estados Unidos.

+ EUA anunciam US$ 1,9 bilhão para conter imigração

Continua após a publicidade

+ Número de brasileiros tentando entrar ilegalmente nos EUA aumenta em 60%

“Eles tinham famílias… e provavelmente estavam buscando uma vida melhor”, disse o prefeito da cidade, Ron Nirenberg. “É simplesmente uma terrível tragédia humana.”

O ministro das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, disse que duas pessoas da Guatemala foram levadas ao hospital, mas acrescentou que as nacionalidades das vítimas ainda são desconhecidas.

O chanceler mexicano classificou o incidente como “tragédia no Texas” em uma publicação no Twitter e disse que representantes do consulado do México iriam fornecer suporte às vítimas hospitalizadas.

Um porta-voz do Serviço de Imigração e Alfândega americano disse que sua divisão de Investigações de Segurança Interna estava investigando “um suposto evento de contrabando de humanos” em coordenação com a polícia local.

Continua após a publicidade

Segundo o chefe de polícia de San Antonio, William McManus, este é o maior incidente do tipo na cidade. A rodovia I-35, onde o caminhão foi encontrado, perto da fronteira mexicana, é uma área em que os migrantes são regularmente interceptados desde 2017, de acordo com autoridades do Serviço de Imigração.  

+ Acidente de caminhão no México deixa 54 imigrantes mortos

+ EUA negociam compensação financeira para famílias separadas na fronteira

No mesmo local, 10 migrantes morreram depois de serem transportados em um trailer em julho de 2017. O motorista do veículo, James Matthew Bradley Jr., foi condenado no ano seguinte à prisão perpétua por seu papel na operação de contrabando.

A imigração é uma questão política polêmica no país governado por Joe Biden. Fugindo da pobreza e da violência na América Central, muitas pessoas pagam enormes somas de dinheiro aos traficantes de pessoas para tentar cruzar a fronteira dos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Em maio, um recorde de 239 mil imigrantes indocumentados foram detidos entrando no país vindos do México, muitos viajando por rotas extremamente perigosas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.