Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paris planeja investir 300 milhões de euros na Torre Eiffel

O objetivo da reforma é aumentar a segurança do monumento e melhorar a experiência para os turistas

Por Da redação 16 jan 2017, 19h18

Paris quer renovar o espaço em volta da Torre Eiffel e aumentar sua segurança, em um investimento público de 300 milhões de euros (equivalente a 1 bilhão de reais), destacou nesta segunda-feira o jornal francês Les Échos. A reforma demoraria cerca de 15 anos e aumentaria em 45% o montante que a cidade gasta anualmente com o monumento, que fica em 13,7 milhões de euros (45 milhões de reais).

A prefeitura da cidade abriu em dezembro um concurso público destinado a arquitetos para a construção de novas infraestruturas e já entrou em negociações com o órgão que administra o monumento (SETE) para discutir como realizá-las. O edital especifica que os projetos devem dar resposta eficaz a invasões de indivíduos a pé ou em veículos e a movimentos maciços de gente, assim como melhorar o acesso das forças de segurança e socorro.

  • Dos 300 milhões de euros previstos no orçamento, 15 milhões (51 milhões de reais) serão destinados à instalação de barreiras de vidro e vegetação densa para delimitar um novo perímetro, que terá o dobro do tamanho do atual. O plano também deve ajudar na diminuição das filas, a proteger visitantes da chuva e a melhorar a “experiência” dos turistas.

    O jornal Les Échos também informou que o plano para reforçar a segurança será mantido, mesmo com a eventual retirada do estado de emergência declarado pela França após os atentados jihadistas de novembro de 2015. Uma das razões é a intenção da França de sediar os Jogos Olímpicos de 2024 em Paris. Inaugurada em 1889, a Torre Eiffel é o monumento pago mais visitado do mundo e recebe cerca de sete milhões de turistas por ano.

    (Com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade