Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paris vive pior onda de poluição em 10 anos

O governo municipal liberou o uso gratuito dos transportes públicos para incentivar a população a deixar os carros em casa

Por Da redação - 8 dez 2016, 08h39

Paris, uma das cidades do mundo mais convidativas para passeios ao ar livre, está com o mais alto nível de poluição atmosférica em mais de dez anos. O ar na capital francesa está tão insalubre que a Prefeitura da cidade decretou nesta quinta-feira o terceiro dia consecutivo de restrições no trânsito para limitar os veículos nas ruas e tentar diminuir a emissão de micropartículas. O governo municipal também liberou o uso gratuito dos transportes públicos para incentivar a população a deixar os carros em casa.

A Airparif, organização de medição da poluição, prevê que se volte a superar o nível de alerta de 80 microgramas de partículas finas por metros cúbicos de ar (ontem chegou a 90 após um pico de 100 na terça-feira), e a situação pode se prolongar até o fim de semana. “A poluição é neste momento de quatro a cinco vezes mais elevada do que em um dia comum”, afirmou a porta-voz da Airparif.

Leia também
Avião de pequeno porte cai durante aterrissagem na Suíça
François Fillon: direita pode barrar a extrema-direita na França 
Francês herda casa e acha 100 quilos de ouro escondidos no imóvel

Nunca até agora se tinha aplicado mais de um dia seguido este dispositivo conhecido como “circulação alternada” (nos dias pares só podem circular as placas com final par e nos ímpares com final ímpar) e os primeiros dados deixam entrever que não teve o impacto sobre a redução do trânsito como se esperava. A Airparif constatou ontem uma redução de apenas 8% de poluição, frente a uma baixa de 18% em 2014 quando se utilizou a mesma medida.

A “circulação alternada” contempla exceções para os considerados “veículos limpos” (elétricos e híbridos), assim como para ambulâncias, serviços de urgência, missões oficiais, táxis, ônibus, carros de autoescola, caminhões frigoríficos e outros de entregas, e aqueles com placa estrangeira.

Leia mais
Bandidos realizam assalto milionário a irmãs turistas em Paris

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade