Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa ordena saída de “bispo do luxo” de diocese alemã

Bispo alemão Franz-Peter Tebartz-van Elst construiu casa nababesca torrando mais de 90 milhões de reais

O papa Francisco ordenou que o bispo alemão Franz-Peter Tebartz-van Elst se afaste por tempo indeterminado da sua diocese, informou o Vaticano nesta quarta-feira. Conhecido como “bispo do luxo”, Tebartz-van Elst gastou cerca de 31 milhões de euros (mais de 90 milhões de reais) em uma residência oficial em Limburgo, no oeste da Alemanha. A moradia episcopal foi inicialmente orçada em 5,5 milhões de euros (16,4 milhões de reais).

Michael Probst/AP

O bispo Franz-Peter Tebartz-van Elst

A decisão, que representa quase uma demissão, foi tomada contra o bispo de Limburgo dois dias após um encontro dele com o papa para discutir o escândalo na Igreja da Alemanha, num momento em que o pontífice busca ressaltar a importância da humildade e de servir aos pobres.

Mansão — A revista alemã Der Spiegel revelou que uma série de pedidos especiais do bispo aumentou em muito o custo final das obras. Somente os aposentos pessoais do bispo teriam custado 2,9 milhões de euros ( 8,6 milhões de reais), com uma sala de refeições de 63 metros quadrados e uma banheira de 15 000 euros (44 mil reais). A reportagem também afirmou que o bispo tentou, durante muito tempo, esconder o custo real dos trabalhos, que não parava de aumentar.

(Com agência Reuters)