Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Papa Francisco faz visita surpresa a sobrevivente de Auschwitz

Pontífice havia lido entrevista da escritora húngara de quase 90 anos e resolveu encontrá-la

Por Redação Atualizado em 20 fev 2021, 18h16 - Publicado em 20 fev 2021, 18h11

O Papa Francisco visitou de surpresa, neste sábado, uma sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz, na Polônia. A escritora húngara Edith Bruck, de quase 90 anos, passou dois terços da sua vida na Itália. Edith havia dado uma entrevista ao jornal “L’Osservatore Romano” em janeiro por ocasião do Dia da Memória. O pontífice ficou impressionado com o seu testemunho e resolveu  ir ao encontro da escritora na casa, no centro de Roma, segundo relatou o site “Vatican News”.

“Eu li a sua entrevista, que conta o horror que a senhora e a sua família viveram durante o tempo da perseguição nazista, e fiquei muito impressionado. Por isso, pedi para poder me encontrar com a senhora e visitá-la em sua casa”, disse o Papa, de acordo com o “Vatican News”.

  • O diretor do “L’Osservatore Romano”, Andrea Monda, participou da visita, que durou cerca de uma hora.

    Edith Bruck dedicou a sua vida a testemunhar o que ela viveu, incentivada por dois desconhecidos em Bergen-Belsen, na Alemanha, que lhe pediram para relatar tudo o que se passava no campo de concentração.

    Em comunicado aos jornalistas, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, afirmou que a conversa entre os dois enfatizou o valor da memória e o papel dos idosos no seu cultivo e na sua transmissão aos mais jovens.

    Continua após a publicidade
    Publicidade