Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa enviará US$ 150 mil para vítimas do terremoto no México

Pontífice se une a personalidades e instituições com doação em prol de vítimas da tragédia

O Papa Francisco fará uma doação de 150.000 dólares  (470.000 reais) para ajudar as pessoas que sofreram com o terremoto que atingiu o México na última terça-feira, o mais letal no país em três décadas. “O papa Francisco determinou, por meio do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, o envio de uma primeira contribuição de 150.000 dólares para socorro à população nesta fase de emergência”, informou o escritório de imprensa do Vaticano nesta quinta-feira.

De acordo com o comunicado, “o aporte será utilizado em obras de assistência às vítimas do terremoto e tem o objetivo de ser uma imediata expressão do sentimento de proximidade espiritual e encorajamento para as pessoas e os territórios atingidos”.

Na quarta-feira, o papa Francisco expressou, durante audiência geral na Praça São Pedro, sua proximidade com “toda a querida população mexicana neste momento de dor” e pediu orações para todos os afetados pela tragédia no México.

A ação do Vaticano não é inédita em tempos recentes. Em junho, o pontífice anunciou a doação de cerca de 190.000 reais para as vítimas do terremoto que atingiu a ilha de Lesbos, na Grécia.

 

Doações

Além do Papa Francisco, outras personalidades e instituições se mobilizaram em prol da população afetada pelo terremoto no México. A atriz Salma Hayek divulgou em sua conta no Instagram que doou 100.000 dólares à Unicef e “implora” para seus seguidores contribuírem com a causa. Em vídeo, a atriz revelou que teve que deixar seu prédio em 1985, quando um terremoto atingiu a Cidade do México. “Vivi os resultados de uma catástrofe desta magnitude, é horrível”, conta. Em menos de 24 horas, a campanha iniciada por Hayeke arrecadou 270.000 dólares.

A cantora Shakira, embaixadora da Unicef, também usou as redes sociais para pedir que seus milhões de seguidores doem ao órgão da ONU, que auxilia na busca e no auxílio das vítimas.

O piloto de Fórmula 1 Sergio Perez anunciou uma doação equivalente a 530.000 reais. “Estou extremamente preocupado pelo o que meu país está passando”, disse o mexicano, único representante do país na categoria, em mensagem em sua conta no Instagram. De acordo com Perez, o bilionário mexicano Carlos Slim se comprometeu a doar 5 pesos para cada 1 arrecadado pela fundação Checho Perez, criada pelo piloto.

O Facebook divulgou que contribuirá com 1 milhão de dólares para a Cruz Vermelha no México, e colabora com a Unicef para viabilizar a arrecadação de fundos por meio da página do órgão na rede social.

Solidariedade

Na quarta-feira, o presidente americano Donald Trump telefonou para seu par mexicano, Henrique Penã Nieto, e ofereceu assistência ao governo mexicano.

De acordo com comunicado emitido pela Casa Branca, além de condolências, “o presidente ofereceu assistência e equipes de resgate, que estão sendo alocadas nesse momento”.  Pelo Twitter, Trump escreveu sobre a tragédia: “Estamos com vocês e estaremos com vocês”.

A rapidez da manifestação de Trump, que fez do muro entre as fronteiras do México e Estados Unidos uma de suas principais bandeiras durante a corrida eleitoral para a presidência, diverge da última catástrofe natural que atingiu o país vizinho, quando o presidente foi criticado pela demora em expressar solidariedade e ajuda.

No dia 7 de setembro, quando um terremoto deixou pelo menos 90 mortos no México, Trump demorou uma semana para se pronunciar. “Conversei com o presidente do México para dar minhas condolências por conta do terrível terremoto”, escreveu em sua conta no Twitter no dia 14 de setembro.

A demora pela manifestação, segundo o presidente explicou em outra mensagem, se deu por estar em um lugar sem sinal de internet.

(Com agências internacionais) 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. O papa mais inteligente de todos…. sem dúvida.

    Curtir