Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O Dia do Trabalho ao redor do mundo

Data é marcada por protestos em diversos países; a comemoração lembra uma importante greve geral americana que pedia jornada de trabalho de oito horas

Pessoas de várias partes do mundo foram às ruas nesta terça-feira em manifestações do Dia do Trabalho, feriado internacional comemorado em 1º de maio. Além dos eventos marcados em diversos Estados do Brasil, protestos e celebrações foram realizados em Cuba, França, Turquia, Espanha, Filipinas, Tunísia, Taiwan, Rússia e Paquistão.

A data comemorativa foi reconhecida como uma celebração em vários países no início do século XX. Ela faz referência a uma greve geral convocada por grupos anarquistas dos Estados Unidos em 1º de maio de 1884, data em que muitas empresas americanas começavam seu ano contábil. O objetivo era conquistar o limite máximo de oito horas para a jornada de trabalho.

Os protestos de 1884 tiveram adesão de mais de 350.000 americanos e foram marcados por confrontos violentos com a polícia. Ao menos onze pessoas morreram durante as mobilizações e cinco líderes sindicais anarquistas foram condenados à morte.

Depois desse episódio, vários sindicatos ao redor do globo escolheram 1º de maio como data para realizar importantes mobilizações de reivindicação de direitos trabalhistas. O feriado foi, então, reconhecido em diversos países do mundo – com exceção dos Estados Unidos – em memória dessas lutas.

Confira as manifestações do Dia do Trabalho ao redor do mundo:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Enquanto isso no Brasil… os sindicatos podres gritam pela soltura do bandido lula, que com sua quadrilha chamada PT roubou bilhões dos impostos pagos pelos trabalhadores brasileiros.

    Curtir

  2. Pois é Eduardo veja como o Brasil está sem rumo, eu não tenho mais esperanças. Enquanto poucos trabalham e sustentam a máquina governamental assassina, a maioria fica coçando sustentada por nós.

    Curtir

  3. Geldes Ronan Passos

    Parece que as manifestações na Venezuela foram brandas. Sinal de que está tudo muito bem por lá. Democracia bombando, salário mínimo suficiente para comprar 3 quilos de carne etc. Qualquer insatisfeito com o regime pode atravessar a fronteira com o Brasil livremente etc

    Curtir