Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dia do Trabalho é feriado? Saiba o que abre e o que fecha neste 1º de maio

Como é feriado, as empresas devem dar folga para seus funcionários ou, se for necessário convocá-los, pagar o dia em dobro

O Dia do Trabalho é festejado neste 1º de maio em vários países, incluindo o Brasil. A data faz parte do calendário nacional de feriados. Isso significa que as empresas devem dar folga para seus funcionários ou, se for necessário convocá-los, precisam pagar o dia em dobro.

Apesar de muitas empresas terem emendado o feriado, isso não significa que os empregadores têm a obrigação de dar folga nesta segunda-feira, dia 30. Dessa forma, não é necessário pagar hora extra pela jornada nesta segunda. As companhias que emendaram podem negociar a reposição da folga com o funcionário.

A origem da data remonta a 1886, nos Estados Unidos, quando trabalhadores iniciaram uma série de protestos e greve por melhores condições de trabalho. As manifestações terminaram com centenas de feridos, presos e dezenas de mortos. Em 1889, a organização sindical Segunda Internacional instituiu o Dia Mundial do Trabalho para homenagear os trabalhadores mortos no que ficou conhecido como a Revolta de Haymarket. O primeiro país a reconhecer a data de 1º de Maio como Dia do Trabalho foi a França, em 1919. No Brasil, a data passou a ser considerada feriado em 1925 sob o governo de Artur Bernardes.

O Dia do Trabalho costuma ser marcado por passeatas e manifestações de trabalhadores em todo o mundo. No Brasil, sete centrais sindicais vão se unir pela primeira vez desde a redemocratização, iniciada em 1985, em protestos pela defesa da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Haverá atos em todo o país, sendo os principais em Curitiba (PR), onde ele está preso, e em São Paulo.

Além da questão política, as centrais também vão cobrar o fim da lei do congelamento de gastos, a continuidade do financiamento sindical e a revogação da reforma trabalhista.

Saiba o que abre e fecha no feriado de 1º de maio em SP:

Bancos: fecham

Procon: fecha

Correios: parcial

Poupatempo: fecha

Rodízio de carros: suspenso

Hospitais: abrem

Transportes: funcionam

Shoppings: abrem em horário específico

Supermercados: abrem