Clique e assine a partir de 9,90/mês

Michelle Obama diz que não concorrerá a cargo público

Em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey, a primeira-dama disse que a última eleição dos EUA foi "dolorosa"

Por Da redação - Atualizado em 20 dez 2016, 16h36 - Publicado em 20 dez 2016, 16h05

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, afirmou que não concorrerá a nenhum cargo público. “As pessoas não entendem realmente como isso é difícil”, disse ela, durante entrevista à apresentadora Oprah Winfrey.

A primeira-dama avaliou que a última eleição dos EUA foi “dolorosa”, mas que ela e seu marido, o presidente Barack Obama, apoiam o presidente eleito Donald Trump na transição na Casa Branca porque “é o melhor para o país”. Michelle foi uma forte defensora da democrata Hillary Clinton na campanha eleitoral. Segundo ela, foi “desafiador como cidadã assistir e passar pela experiência” da vitória de Trump.

A primeira-dama comentou o episódio em que declarações obscenas de Trump sobre mulheres feitas em 2005 foram trazidas a público, durante a campanha. Em outubro, Obama disse durante evento em New Hampshire que os comentários de Trump abalaram a mulher. Segundo Michelle, muitas pessoas ficaram chocadas e abaladas com a fala de Trump. “Há ainda o sentimento e as reverberações daquele tipo de linguagem cáustica.”

Ainda assim, Michelle notou que Obama colabora na transição. “Isso não foi feito quando meu marido assumiu, mas nós estamos fazendo tudo em alto nível e isso é o melhor para o país”, disse. Alguns líderes do Congresso recusaram-se a apoiar Obama quando ele assumiu, afirmou a primeira-dama, acrescentando que a estratégia era “boa para a política, mas não para o país”.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade