Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Meghan e Harry: o complicado retorno ao reino

De acordo com especialistas, o duque e a duquesa de Sussex devem ser vistos como presentes, mas não necessariamente envolvidos nos deveres

Por Da Redação Atualizado em 3 jun 2022, 18h54 - Publicado em 3 jun 2022, 16h35

O Príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth II, e sua esposa, a atriz Meghan Markle, foram vistos em público no Reino Unido pela primeira vez desde o rompimento com os deveres da família real em 2020. O casal esteve na Catedral de São Pedro nesta sexta-feira, 3, em comemoração aos setenta anos de reinado da monarca. 

A multidão presente ao local aplaudiu o duque e a duquesa de Sussex quando eles subiram os degraus, seguindo uma fila de membros da realeza. Enfeitado com medalhas, Harry estava de mãos dadas com Meghan enquanto caminhavam em direção aos assentos da catedral. 

+ Rainha Elizabeth sente ‘desconforto’ e não participará de eventos na sexta

O Jubileu de Platina, como é chamada a comemoração, se tornou também um momento de reconciliação familiar, já que a família real se reúne em torno da rainha para celebrar seu tempo de reinado. Nesse contexto, especialistas em realeza britânica dizem que o príncipe Harry e Meghan devem ser vistos como presentes, mas não necessariamente envolvidos, nos deveres reais. 

Esse é o motivo pelo qual o casal não foi visto na varanda do Palácio de Buckingham na última quinta-feira, 2, e não está realizando nenhuma cerimônia importante durante o evento. Durante o desfile militar, também na quinta, Harry foi fotografado em um sala com vista para o desfile enquanto Meghan brincava com os membros mais jovens da família real. 

O evento desta sexta na catedral não contou com a presença da rainha, que sentiu um “desconforto” e precisou se ausentar. Ela foi substituída oficialmente pelo herdeiro do trono, o príncipe Charles, que representou sua mãe durante a cerimônia. 

O encontro mais amplo do Jubileu até aqui oferece esperança para algum tipo de reconciliação entre os duques de Sussex e a monarquia. Até o momento, Elizabeth ainda não conhece a filha do casal, que se chama Lilibeth em sua homenagem e completa 1 ano no próximo sábado. 

A decisão da rainha em não viajar para Epson para ver as corridas de cavalo abre margem para especulações de que ela irá encontrar sua bisneta pela primeira vez. A última vez que Elizabeth esteve com seu neto foi em abril, durante uma visita do casal à Europa.

Continua após a publicidade

“Ela sempre teve um ótimo senso de humor comigo e estou me certificando de que ela esteja protegida e tenha as pessoas certas ao seu redor”, disse Harry na época. 

+ Reino Unido inicia celebração dos 70 anos de reinado de Elizabeth II

Inicialmente, houve uma tentativa por parte do duque de Sussex em firmar um acordo para que algumas funções reais fossem mantidas enquanto eram livres para buscar empreendimentos comerciais. No entanto, a monarca optou por vetar a concessão em prol de um melhor controle sobre a marca real. 

Desde então, o casal construiu uma nova vida na Califórnia e arrecadou dezenas de milhões de dólares em negócios com empresas de mídia como Netflix e Spotify. Nesse meio tempo, os embates entre eles e a família real continuaram. 

Em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey, nos Estados Unidos, no ano passado, Meghan Markle afirmou que pensou em se suicidar enquanto morava no palácio depois que um membro da realeza demonstrou preocupação sobre “o quão escura” seria a pele de seu filho. Em resposta, Elizabeth disse que a situação era “preocupante”, mas não alterou a destituição de todos os papéis reais e títulos militares honorários do casal. 

Mesmo com a possível tentativa de reconciliação, é provável que a situação volte a piorar nos próximos meses com o lançamento da autobiografia do príncipe Harry, algo que os assessores reais já estão se preparando para lidar. 

+ Soberana à moda antiga: não se fazem mais rainhas como Elizabeth II

Apesar das relações turvas, ele foi visto conversando cordialmente com seu irmão, o príncipe William, durante o funeral de seu avô, Philip, e recentemente renovou o aluguel de uma propriedade no Castelo de Windsor, segundo seu assessor, o que abre a possibilidade para novas visitas e uma possível aproximação. 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)