Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Le Pen ultrapassa Macron como favorita no 1º turno à Presidência francesa

Levantamento de instituto de opinião pública mostra líder francesa da extrema direita ganhando terreno, em 1º lugar em 60% dos cenários da primeira etapa

Por Da Redação 12 abr 2021, 12h57

Marine Le Pen, líder do partido de extrema direita Reunião Nacional, está ganhando terreno na França mirando as eleições presidenciais de 2022. Segundo pesquisa do Instituto Francês de Opinião Pública e da empresa Fiducial, publicado no domingo 11 pelo semanário Le Journal du Dimanche, ela atualmente é a favorita para vencer o primeiro turno, inclusive contra o presidente Emmanuel Macron.

Em seis dos dez cenários no primeiro turno, Le Pen aparece em primeiro lugar. Enquanto Macron receberia de 23% a 28% dos votos, ela receberia de 25% a 27%, o que significa que há apenas um cenário em que ele a superaria na primeira etapa da disputa.

A pesquisa entrevistou 1.730 adultos no início de abril, de acordo com o Le Journal du Dimanche, com uma margem de erro de 1% a 2,2%.

Apesar do levantamento mostrar que a líder da Frente Nacional perderia para os principais candidatos no segundo turno, o resultado ressalta que a extrema direita está se popularizando na França. Em disputa com o atual líder do país, ela obteria 46% dos votos, contra 54% dele.

“Os resultados refletem a forte dinâmica de Le Pen, bem como as dificuldades do presidente Emmanuel Macron no contexto da crise de saúde”, disse Frederic Dabi, vice-diretor geral do Instituto Francês de Opinião Pública. “Nunca antes, faltando apenas um ano para a votação, um candidato ao Frente Nacional obteve essa pontuação”.

Macron está lutando para animar eleitores em meio à pandemia do novo coronavírus. Depois de adiar a implementação de um novo bloqueio nacional por semanas, ele foi pressionado a aumentar as restrições no dia 3 de abril. Uma nova alta no registro de infecções, somada a mais uma variante do vírus, elevou o número de mortes causadas pela Covid-19 para quase 100.000.

O índice de aprovação do mandatário caiu um ponto para 33% no início de abril, de acordo com uma pesquisa da Elabe, empresa de pesquisa e consultoria. O levantamento mostra que 63% dos entrevistados não confiam na Macron, três pontos percentuais acima da pesquisa anterior.

Por enquanto, dois outros rivais em potencial também venceriam Le Pen no segundo turno. Xavier Bertrand, ex-ministro da Saúde e presidente da classe trabalhadora da região norte de Hauts-de-France, receberia 59% dos votos, contra 41% para ela. Já a presidente da região de Paris, Valerie Pecresse, seria escolhida com 55% dos votos, contra 45%.

Continua após a publicidade
Publicidade