Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça determina que governador de Porto Rico entregue celular

Após vazamento de conversas de grupo no Telegram, autoridades enfrentam investigação e protestos

A Justiça de Porto Rico emitiu um mandado de busca contra o governador Ricardo Rosselló e outros 11 homens. A operação tem como objetivo recolher os celulares de todos os envolvidos em um grupo no Telegram, que teve seu conteúdo publicado pela imprensa no dia 13 de julho. Entre as conversas, piadas machistas, misóginas e homofóbicas eram frequentes, além de insultos proferidos contra jornalistas e políticos da ilha.

O governador tentou se desculpar publicamente pelo conteúdo e até desistiu de concorrer à reeleição. As ações, no entanto, não surtiram efeito, e milhares de manifestantes tomaram as ruas. Os protestos foram chamados por diversos artistas de Porto Rico, como o músico Ricky Martin, alvo costumeiro de ofensas nas conversas privadas. A indignação publica contra o governo da ilha já estava alta desde o Furacão Maria e a crescente crise econômica que abala a região.

O mandado de busca foi autorizado na segunda-feira 22 e expedido nesta terça-feira, segundo a porta-voz do Departamento de Justiça, Mariana Cobián, que não disponibilizou mais informações sobre o caso por se tratar de uma “investigação em andamento”.

Segundo o jornal porto-riquenho El Nuevo Dia, o ex-secretário da Fazenda, Raúl Maldonado, já informou que não entregará seu celular à Justiça.

 

(Com AFP)