Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Iniciar isolamento antes poderia ter salvado vidas, diz Anthony Fauci

'Se tivéssemos fechado tudo desde o início, poderia ter sido um pouco diferente', afirmou o conselheiro da Casa Branca

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 19h25 - Publicado em 12 abr 2020, 15h53

O diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, afirmou neste domingo, 12, que o país poderia ter salvado mais vidas, se medidas de redução de danos causados pelo coronavírus tivessem sido adotadas mais cedo. Fauci é um dos infectologistas mais respeitados dos EUA e conselheiro da Casa Branca.

“Se tivéssemos iniciado [o processo de] mitigação mais cedo, poderíamos ter salvado vidas”, disse em entrevista à rede CNN. De acordo com Fauci, os pedidos de implementação de distanciamento social e confinamento encontraram muita resistência nos primeiros dias do surto nos EUA. “Se tivéssemos fechado tudo desde o início, poderia ter sido um pouco diferente. Mas havia uma forte oposição […] naquela época”, acrescentou.

Nos Estados Unidos, autoridades da saúde sugeriram, na terceira semana de fevereiro, a adoção de medidas como distanciamento social, fechamento do comércio e suspensão de serviços, mas o governo do presidente Donald Trump seguiu a sugestão apenas no dia 16 de março.

No sábado 11, os Estados Unidos se tornaram o país mais afetado pela pandemia de coronavírus, com 20.506 mortes e ultrapassando a Itália, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. O país também é o que registra o maior número de casos confirmados de infecção, com 527.111.

Continua após a publicidade

Publicidade