Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo dos EUA libera viagens para vacinados, mas recomenda máscaras

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), risco para vacinados é baixo

Por Ernesto Neves Atualizado em 2 abr 2021, 14h08 - Publicado em 2 abr 2021, 13h54

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) anunciou nesta sexta-feira (2) que pessoas totalmente vacinadas contra o coronavírus podem viajar do país sem recomendações de exigência de testagem ou quarentena.

Segundo o órgão de saúde americano, o risco de contágio para as pessoas que completaram a imunização é baixo. O CDC diz ainda que as precauções recomendadas até aqui – máscara e distanciamento social – continuam para os vacinados.

Já nos casos de traslados internacionais, quem tomar todas as doses da vacina não precisa fazer teste antes da viagem. A exceção é se o destino final exigir o teste. Também não será preciso fazer quarentena após retornar aos Estados Unidos.

Os americanos são considerados como plenamente imunizados duas semanas após terem tomado as duas doses da vacina. Há, no entanto, uma exceção, a vacina da Janssen, que já imuniza na primeira dose.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade