Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Biden promete 200 milhões de doses de vacina em 100 dias de mandato

Em sua primeira coletiva de imprensa, presidente americano também disse que considera concorrer à reeleição em 2024

Por Da Redação Atualizado em 26 mar 2021, 07h07 - Publicado em 25 mar 2021, 15h58

O presidente Joe Biden se comprometeu a administrar 200 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até o final de seus primeiros 100 dias no cargo. Isso é o dobro da meta que ele estabeleceu em dezembro e já alcançou no início deste mês, antes de seu 60º dia na Casa Branca. 

Biden anunciou a nova meta nesta quinta-feira, 25, no início de sua primeira entrevista coletiva formal. A meta do democrata parece ambiciosa, mas na verdade equivale a uma continuação do ritmo de vacinação existente no país até o final do mês. Os Estados Unidos estão aplicando em média 2,5 milhões de doses por dia.

Uma taxa ainda maior também é possível. O fornecimento de vacinas nos EUA deve aumentar no próximo mês e, para agilizar o processo, os estados estão suspendendo os requisitos de elegibilidade para imunização. 

  • Sob comando do ex-presidente Donald Trump, a campanha de vacinação americana caminhava em ritmo mais lento do que o esperado. Assim que Biden assumiu, a imunização ganhou força.

    Segundo dados do Centro de Controle de Prevenção de Doenças (CDC), o país já administrou 130 milhões de doses de vacinas desde o início da campanha, em dezembro do ano passado.

    Reeleição

    Em sua primeira entrevista coletiva desde que assumiu a presidência, Biden disse também que considera concorrer à reeleição em 2024. Ele tem 78 anos e já é o presidente mais velho a ocupar um cargo. Ele completaria 82 anos no início de um segundo mandato.

    Durante a campanha eleitoral do ano passado, o democrata se recusou a falar sobre o tema, mas especulava-se que ele poderia desistir de um segundo mandato por conta da idade. A atual vice-presidente Kamala Harris chegou, inclusive, a ser cotada como sua provável sucessora política.

    Continua após a publicidade
    Publicidade