Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Governador é degolado pelas Farc

Por Da Redação
23 dez 2009, 06h51

O presidente colombiano Álvaro Uribe prometeu reforçar o combate aos terroristas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) depois que o governador do estado de Caquetá, que havia sido sequestrado pelo grupo, foi encontrado morto. Luis Francisco Cuéllar foi degolado pelos narcoterroristas. Seu corpo foi encontrado na terça-feira baleado e rodeado de explosivos (no vídeo a seguir, veja o local em que a polícia encontrou o corpo do governador).

Video

Em mensagem à Nação, o presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, afirmou que Cuéllar foi degolado por membros das Farc. “Ainda não temos a hora do assassinato, mas sabemos que foi degolado. Miseravelmente o degolaram”, disse Uribe ao lamentar a morte de Cuéllar, sequestrado na noite de segunda em sua residência de Florencia, capital de Caquetá.

“Os altos comandos me explicaram que como havia uma perseguição policial, seguramente os terroristas, para evitar os disparos, degolaram o senhor governador”, explicou Uribe.

O presidente disse que as Forças Armadas têm a missão de derrotar os terroristas e acabar com os sequestros: “Precisamos derrotar os sequestradores para que possamos resgatar os reféns que ainda permanecem” em poder das Farc.

Continua após a publicidade

O grupo mantém 24 militares e policiais reféns, alguns com mais de 10 anos de cativeiro, e sua meta é trocá-los por 500 rebeldes presos.

Uribe prestou suas condolências à família de Cuéllar, que qualificou de “homem bondoso, entregue ao trabalho honrado e ao serviço à comunidade”. Mais cedo, a governadora interina de Caquetá, Olga Patricia Vega, informou que Cuéllar, de 69 anos, ao que parece foi executado porque teve dificuldades para caminhar durante a fuga dos sequestradores.

(Com Agência France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.