Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

França reabre parcialmente fronteiras com o Reino Unido

Após apelo da União Europeia, França disse que permitirá retorno de cidadãos franceses de terras britânicas; Alemanha, pelo contrário, prolongou restrição

Por Da Redação 22 dez 2020, 18h42

A França anunciou nesta terça-feira, 22, que vai autorizar o retorno de cidadãos franceses e de outros países da União Europeia, presos no Reino Unido após o fechamento das fronteiras entre os países devido à mutação do novo coronavírus. A condição é que apresentem testes negativos para a Covid-19.

Pessoas que “precisem efetuar deslocamentos imprescindíveis” também poderão adentrar o território francês a partir da quarta-feira, 22.

Segundo o governo, os requerentes “serão submetidos sistematicamente à obrigação de ter, antes de sua saída, o resultado de um teste negativo [para a Covid-19] de menos de 72 horas”. O teste também precisa ser capaz de detectar a nova cepa do coronavírus, detectada no sul da Inglaterra.

A União Europeia havia recomendado nesta terça que seus membros facilitassem a retomada do tráfego com o Reino Unido, cujo isolamento, vinculado à nova cepa, prejudicou suas relações com o continente.

Desde a meia-noite de domingo, a França, assim como vários outros países europeus, entre eles Alemanha e Holanda, havia suspendido a circulação de pessoas e bens procedentes do Reino Unido durante 48 horas. Devido ao surgimento da mutação do coronavírus, quase 50 países no mundo inteiro suspenderam ou restringiram as conexões com o Reino Unido, que ficou praticamente isolado.

Bruxelas pediu que a retomada das “viagens essenciais” seja facilitada para “evitar interrupções na cadeia de abastecimento” e permitir que milhares de cidadãos europeus e britânicos voltem para casa.

A Alemanha, ao contrário da França, decidiu prolongar até 6 de janeiro o fechamento das fronteiras para pessoas procedentes do Reino Unido e África do Sul, país que também detectou uma variante do vírus.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade