Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Explosões em vulcão nas Ilhas Canárias aumentam de intensidade

Segundo projeções, erupções podem durar de 24 a 84 dias; Até o momento, danos estão estimados em 400 milhões de euros

Por Da Redação 22 set 2021, 17h20

As explosões do vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias, território espanhol na costa africana, aumentaram a intensidade. O vulcão está ativo desde o domingo 19 de setembro, com altura média do fluxo de lava chegando até a seis metros e emitindo entre 6.000 e 9.000 toneladas de dióxido de enxofre por dia.

De acordo com o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan) a erupção pode durar de 24 a 84 dias, com base em projeções que levam em conta os dados de explosões anteriores. A média de duração do fenômeno, que não ocorria desde 1971, é de 55 dias.

Até o momento, a lava já queimou 320 casas, 400 hectares de terras agrícolas e 6.000 moradores foram retirados de casas nas proximidades do local. Antes da erupção, um tremor de magnitude 3,8 foi registrado, o que assustou ainda mais os moradores. 

Sete estradas foram fechadas e as aulas nas escolas estão suspensas. Estima-se que os danos tenham sido de 400 milhões de euros em quatro dias.

O rio de fogo está atingindo principalmente o vilarejo de El Paso. Nas redes sociais, uma profusão de vídeos mostra a destruição de residências e fazendas desta localidade (assista abaixo).

“O fluxo de lava tem altura média de seis metros e corrói literalmente casas, infraestruturas e colheitas que encontra pelo caminho”, disse Mariano Zapata, presidente do Conselho Municipal de La Palma. 

xxx
Vulcão Cumbre Vieja em erupção. 20/09/2021. AcfiPress/NurPhoto/Getty Images

De acordo com o  Instituto de Estudos Vulcânicos das Ilhas Canárias, a lava se move a uma média de 700 metros por dia. Nas condições atuais, pode levar duas semanas para que a lava chegue ao mar, o que pode acarretar em explosões violentas e os gases que sairão das reações químicas podem representar um perigo para a população da região.

O governo da Espanha anunciou que La Palma será declarada área de desastre e que a ajuda necessária será entregue em breve. O rei espanhol, Felipe VI, viajará na quinta-feira à região para se encontrar com autoridades locais. 

LA PALMA, SANTA CRUZ DE TENERIFE, SPAIN
La Palma, Santa Cruz de Tenerife, Espanha. 20/09/2021. Europa Press/Getty Images

Na última sexta-feira (17), a Sociedade Brasileira de Geologia (SBG) publicou nota técnica sobre o risco de um tsunami atingir a costa do Brasil em caso de erupção do Cumbre Vieja.

A entidade afirma que esse risco é analisado por estudos desde 1999, mas que a probabilidade de um tsunami de fato ocorrer é muito remota.

Continua após a publicidade
Publicidade