Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Lava de vulcão engole casas e força evacuação de milhares nas Canárias

Vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção no último fim de semana

Por Ernesto Neves Atualizado em 20 set 2021, 13h20 - Publicado em 20 set 2021, 12h01

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, desembarcou nas Ilhas Canárias nesta segunda-feira (20) para acompanhar de perto a situação dos atingidos pelo vulcão Cumbre Vieja.

“Toda a Espanha está com La Palma”, disse Pedro Sanchez, ao chegar ao local. “A erupção não vai fazer com que as pessoas fiquem para trás, sejam prejudicadas do ponto de vista econômico, mesmo que haja questões irreparáveis, como a perda de suas casas”, acrescentou Sánchez.

O premiê afirmou que “todos os recursos do Estado” estão à disposição dos cidadãos de La Palma.

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sachez, participa da operação de evacuação dos atingidos pelo vulcão Cumbre Vieja
O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, participa da operação de evacuação dos atingidos pelo vulcão Cumbre Vieja Getty/Getty Images

Desde que o vulcão entrou em atividade, no último domingo (19) ao menos 100 casas foram destruídas pelo fluxo de lava que desce do cume.

Não foram registradas vítimas fatais até o momento, mas 5.500 moradores tiveram de ser retirados às pressas da região. As autoridades planejam retirar até 10.000 pessoas das áreas mais sensíveis à erupção.

O rio de fogo está atingindo principalmente o vilarejo de El Paso, na ilha de La Palma. Nas redes sociais, uma profusão de vídeos mostra a destruição de residências e fazendas desta localidade (assista abaixo).

“O fluxo de lava tem altura média de seis metros e corrói literalmente casas, infraestruturas e colheitas que encontra pelo caminho”, disse Mariano Zapata, presidente do Conselho Municipal de La Palma. 

A situação, segundo o líder político local, é “devastadora”. 

Zapata explicou que o fluxo de lava deve chegar ao mar durante esta segunda-feira e que o vulcão já emitiu mais de 20.000 toneladas de dióxido de enxofre, um gás altamente tóxico.

Também disse que o fato de não haver vento faz com que a atividade aeroportuária da ilha seja mantida sem riscos.

Lava avança a uma velocidade de 300 metros por hora sobre a região de Las Palmas, nas Canárias
Lava avança a uma velocidade de 300 metros por hora sobre a região de Las Palmas, nas Canárias Getty/Getty Images

Na última sexta-feira (17), a Sociedade Brasileira de Geologia (SBG) publicou nota técnica sobre o risco de um tsunami atingir a costa do Brasil em caso de erupção do Cumbre Vieja.

A entidade afirma que esse risco é analisado por estudos desde 1999, mas que a probabilidade de um tsunami de fato ocorrer é muito remota.

Continua após a publicidade
Publicidade