Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Explosões em mesquita deixam dezenas de mortos na Nigéria

Atentados triplo atingiu um templo de Kano, no norte do país. Acredita-se que o grupo terrorista Boko Haram esteja por trás dos ataques

Um triplo atentado a bomba deixou dezenas de mortos nesta sexta-feira na Grande Mesquita de Kano, no norte da Nigéria. O número de vítimas diverge de acordo com a fonte. A agência Reuters, citando testemunhas e fontes policiais, fala em ao menos 35 mortos. A agência France-Presse menciona ao menos 120 mortos e mais de 270 feridos, com base na informação de um encarregado dos serviços de emergência.

“Três bombas foram plantadas no quintal da mesquita e explodiram simultaneamente”, informou à Reuters uma fonte da área de segurança que não quis ser identificada. “Depois das explosões, também foram ouvidos tiros”.

Leia também:

Boko Haram mata 48 em ataque a aldeia de pescadores

Boko Haram domina a cidade das estudantes sequestradas

Dois atentados suicidas deixam dezenas de mortos na Nigéria

O templo fica perto do palácio do emir da cidade, Muhammad Sanusi, a segunda maior autoridade islâmica no país. Recentemente, ele pediu aos civis que pegassem em armas para combater o avanço do grupo Boko Haram na região. As autoridades acreditam que o atentado desta sexta também tenha sido perpetrado pela organização terrorista. O emir não estava no local no momento dos ataques.

O Boko Haram considera as autoridades religiosas islâmicas tradicionais corruptas e muito próximas do governo secular da Nigéria. O grupo já matou milhas em ataques a igrejas, escolas, estações de polícia, bases militares, prédios do governo e mesquitas que não compartilham de sua ideologia radical.

Leia mais:

Bomba mata quase 50 pessoas em escola na Nigéria

Caçadores libertam cidade e matam 80 membros do Boko Haram

O grupo já formou mais de 1 milhão de pessoas a fugir do nordeste da Nigéria, onde o Boko Haram é mais presente, segundo números divulgados pela Cruz Vermelha. Também nesta sexta-feira um atentado em um terminal de ônibus da cidade de Mubi deixou quarenta mortos, em mais um ataque que teria sido realizado pelos terroristas.