Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

EUA enviam 2 milhões de doses de hidroxicloroquina ao Brasil

O acordo contraria Organização Mundial de Saúde (OMS) e médicos que não recomendam o uso do medicamento no combate ao Covid-19

Por Da Redação 31 Maio 2020, 20h28

O governo do Estados Unidos anunciou neste domingo, 31, que enviará ao Brasil dois milhões de doses de hidroxicloroquina (HCQ) para ajudar no tratamento de pacientes brasileiros infectados com o novo coronavírus. Os americanos também vão mandar ao país mil respiradores. O acordo, no entanto, vai de encontro com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e médicos, que não recomendam o uso do medicamento ao combate ao Covid-19.

De acordo com o boletim do Ministério da Saúde neste domingo, já são 514.849 casos confirmados no Brasil, um aumento de 16.409 nas últimas 24 horas. O total de mortos pela doença é de 29.314, 480 a mais de ontem para hoje.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil falou sobre a cooperação dos Estados Unidos. “O povo brasileiro e o povo norte-americano solidarizam-se na luta contra o coronavírus”. “A HCQ será usada como profilático para ajudar a defender enfermeiros, médicos e profissionais de saúde do Brasil contra o vírus. Ela também será utilizada no tratamento de brasileiros infectados”, completou.

  • No último sábado, Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão da orientação para o uso da hidroxicloroquina em pacientes com coronavírus. A OMS também suspendeu a utilização do medicamento em pesquisas que a entidade comandava com cientistas de cem países. A medida foi tomada por segurança pois ainda não há eficácia no tratamento e aumenta o risco de morte.

    Continua após a publicidade
    Publicidade