Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Chuva artificial’ em Dubai provoca alagamentos e esvazia shopping de luxo

Após utilização de técnica de semeadura de nuvens nos Emirados Árabes Unidos, represas do país coletaram 6,7 milhões de metros cúbicos de água

Os Emirados Árabes Unidos têm clima desértico e, todos os anos, recebem uma média de apenas 100 milímetros de chuva. Desde o final de semana, contudo, o país foi “abençoado” por chuvas provocadas por uma moderna tecnologia chamada semeadura de nuvens. A técnica consiste no lançamento de substâncias aglutinadoras por aviões que ajudam a formar gotas de chuva. A substância mais comum é o cloreto de sódio, mas é possível usar ainda o iodeto de prata e o gelo seco (gás carbônico congelado).

Desde sexta-feira, 4, os Emirados realizaram oito operações de semeadura. Segundo o governo do reino, graças à tecnologia, as represas do país coletaram 6,7 milhões de metros cúbicos de água nos últimos dois dias. O custo médio da técnica é de 1 dólar para cada metro cúbico de água extraído das nuvens. Mas o resultado da operação não foi sentido somente nas áreas onde ficam as barragens, mas também em algumas das maiores cidades do país. Em Dubai, na região norte, ruas ficaram parcialmente alagadas e um dos maiores shoppings teve que ser esvaziado depois de um corte de energia nesta terça-feira, 8.

O Mall of the Emirates é um dos mais famosos e luxuosos de Dubai: possui mais de 220.000 metros quadrados e 360 lojas de alto padrão. Para efeito de comparação, o shopping Cidade Jardim, em São Paulo, possui 78.000 metros quadrados e mais de 180 lojas. Para alertar os consumidores sobre o apagão, um alarme foi acionado e um aviso de esvaziamento acionado. Em um comunicado, a gerência do shopping explicou que a luz foi restabelecida após alguns minutos e que o problema não causou dano.

Nas redes sociais, muitos moradores se queixaram do trânsito causado pela chuva. Fortes ventos atrapalharam a visibilidade nas estradas e levaram as autoridades locais a emitir alertas para que os motoristas dirigissem com mais cuidado. Em algumas regiões da cidade, a temperatura caiu de 37°C graus para 27°C durante a segunda-feira, 7. Os meteorologistas esperam mais chuva até quinta-feira, 10.

Em sua conta no Instagram, o xeque Hamdan bin Mohammed Al Maktoum, príncipe herdeiro de Dubai, postou um vídeo em que aparece dirigindo na chuva, para comemorar o sucesso das operações. A semeadura de nuvens é usada com frequência pelo governo dos Emirados Árabes Unidos. As operações são realizadas com aviões especiais, que sobrevoam a região que precisa de chuva a uma altitude média e, após acionaram pequenas chamas instaladas em suas asas, liberam partículas de cloreto de sódio.

View this post on Instagram

مطر مطر 🌧🌧 #Dubai

A post shared by Fazza (@faz3) on

 

Quando as partículas chegam à nuvem, elas agem como núcleos de condensação, atraindo minúsculas gotas de vapor d’água. Conforme a gota cresce, ela desaba com maior velocidade dentro da nuvem, colidindo e se juntando a outras gotas. O método se tornou bastante popular nos últimos anos, mas é também controverso. Primeiro, porque ele só faz chover em nuvens que já tenham vapor d’água em quantidade suficiente, ou seja, nem sempre é totalmente infalível. Além disso, ele pode ser perigoso para o ambiente, pois, apesar de o produto lançado não ser tóxico, modificar o clima pode trazer resultados imprevisíveis no futuro.