Clique e assine a partir de 9,90/mês

Brasileiros retidos em navio no Caribe retornam ao Brasil

Os 139 brasileiros estavam a bordo de cruzeiro italiano que foi impedido de desembarcar em diversas ilhas por levar passageiros com Covid-19

Por Julia Braun - Atualizado em 19 mar 2020, 17h28 - Publicado em 19 mar 2020, 17h14

Os 139 brasileiros que estavam a bordo do cruzeiro italiano Costa Favolosa, retido no Caribe após o registro de casos de coronavírus no navio, puderam desembarcar na ilha de Guadalupe e retornaram o Brasil em um avião fretado.

Segundo nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores nesta quinta-feira, 19, a volta dos turistas foi negociada pelo governo brasileiro com a França. Os cidadãos retornaram ao Brasil em um voo fretado pela empresa Costa Cruzeiros, que administra o navio de cruzeiro italiano.

O Costa Favolosa saiu da Republica Dominicana no dia 9 de março, mas foi impedido de aportar na ilha de San Martin no dia seguinte após as primeiras suspeitas de infecção por coronavírus. O navio então tentou desembarcar seus passageiros em diversas ilhas do Caribe, mas foi impedido.

Após negociações com o governo francês, os passageiros europeus e brasileiros a bordo foram autorizados a desembarcar em Guadalupe. A ilha é um departamento ultramarino da República Francesa.

Publicidade