Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: brasileiros presos no Peru serão repatriados nesta sexta

Fechamento das fronteiras peruanas deixou mais de 3.700 brasileiros sem ter como retornar ao país; dois voos serão organizados

Por Julia Braun - Atualizado em 19 Mar 2020, 16h31 - Publicado em 19 Mar 2020, 15h06

O Ministério das Relações Exteriores anunciou nesta quinta-feira, 19, a realização de uma operação para repatriar os brasileiros que estão retidos no Peru em decorrência do surto de coronavírus. O fechamento das fronteiras, determinado pelo presidente Martín Vizcarra, deixou mais de 3.700 brasileiros sem ter como retornar ao país.

Em nota, o Itamaraty afirma que a operação é realizada de maneira conjunta com o Ministério do Turismo, a ANAC, o governo peruano e as companhias aéreas envolvidas. Voos especiais a Lima serão organizados nesta sexta-feira, 20.

Serão organizados dois voos, um da Latam e outro da Gol. As autoridades brasileiras ainda não determinaram o número final de passageiros em cada uma das aeronaves.

“A Embaixada do Brasil em Lima coordena a operação no local, em conjunto com a LATAM e a Gol”, diz ainda o comunicado do Ministério de Relações Exteriores.

Continua após a publicidade

O governo do Peru conta com o Exército para bloquear as principais vias do país e com a polícia para restringir o movimento dentro das cidades para cumprir a regra de isolamento social, que estarão em vigor pelos próximos 15 dias pelo menos.

Foi autorizada na terça-feira 17 a retirada de estrangeiros ilhados, mas eles só poderão sair do país por meio da repatriação. Até esta quarta-feira 18, brasileiros no Peru queixavam-se de não estar recebendo apoio suficiente da embaixada e dos consulados.

Publicidade