Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Biden abre vantagem de 16 pontos sobre Trump em nova pesquisa

Sondagem é divulgada no mesmo dia o início da votação antecipada: ao menos quatro milhões de pessoas já despacharam votos pelos correios nos EUA

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2020, 17h24 - Publicado em 6 out 2020, 12h40

Enquanto mais de quatro milhões de americanos já votaram antecipadamente para as eleições de 3 de novembro, a vantagem do ex-vice-presidente Joe Biden continua em alta em pesquisas de opinião, principalmente entre os indecisos. Segundo uma pesquisa divulgada nesta terça-feira, 6, pela emissora CNN, o democrata tem 57% das intenções de voto, enquanto o presidente Donald Trump soma 41%.

A pesquisa foi realizada pela consultoria SSR a pedido da CNN entre os dias 29 de setembro, após o primeiro debate televisivo, e a internação de Trump, que testou positivo para a Covid-19. A margem de erro é de 3,5%.

Anteriormente, em agosto, outra pesquisa da SSR apontava 51% para Biden, contra 43% para Trump.

O resultado positivo para a Covid-19 de Trump pouco impactou nas pesquisas, avalia o site FiveThirtyEight, que faz a análise de várias pesquisas eleitorais nos Estados Unidos. Segundo o site, Biden tem 82% de chance de ganhar a eleição, já o presidente tem 17%.

Apesar de estar atrás nas pesquisas eleitorais, Trump ainda possui um crescente apoio dentro da população que faz a sua base de eleitores. Segundo o levantamento, o presidente registrou um aumento de 61% para 67% entre os eleitores brancos sem diploma, por exemplo.

Continua após a publicidade

A vantagem de Biden também se expressa nas pesquisas estaduais, mais importantes para as eleições, uma vez que não se vence uma eleição nos Estados Unidos por voto popular. Em estados nos quais Trump venceu em 2016, o ex-vice-presidente está na dianteira ou diminuindo a distância do republicano.

Hogan Gidley, assessor da campanha de reeleição de Trump, minimizou a pesquisa da CNN.

“As mesmas pesquisas mostraram o presidente perdendo em 2016”, disse Gidley ao canal Fox News. “Ele venceu a disputa então e está fazendo o mesmo agora”, completou, antes de afirmar que, segundo as suas pesquisas, Trump “tem grandes números” para permanecer na Casa Branca.

  • De acordo com a média das pesquisas do instituto RealClearPolitics, Biden lidera Trump em todos os estados-chave, embora em pelo menos dois estados essa vantagem esteja dentro da margem de erro. Na Pensilvânia, por exemplo, Biden lidera com 50,8% das intenções de voto contra 44,2% de Trump, que em 2016, ganhou por 48,18% dos votos.

    Devido à pandemia de Covid-19, pela primeira vez o voto pelos correios nos Estados Unidos será incentivado de forma nacional. Nesta terça-feira, o voto antecipado teve início e já com um recorde: ao menos quatro de milhões de pessoas já despacharam seu voto no serviço postal. Nas eleições para o Congresso, em 2019, apenas 76.000 fizeram o mesmo. O levantamento inclui dados de 31 dos 50 estados que já divulgaram informações sobre o tema.

    A votação por correio, no entanto, é contestada pelo presidente que, sem citar provas, vê a modalidade como suscetível à fraudes favorável ao seu rival democrata.

    Continua após a publicidade
    Publicidade