Clique e assine a partir de 9,90/mês

Biden abre 11 pontos de vantagem contra Trump, diz pesquisa NBC/WSJ

Atual presidente também viu sua aprovação cair para 42%, e apenas 19% dos entrevistados acreditam que os EUA estão no caminho certo

Por Da Redação - 15 jul 2020, 20h26

A menos de quatro meses das eleições presidenciais nos Estados Unidos, uma pesquisa lançada nesta quarta-feira, 15, pela emissora de televisão NBC News e pelo periódico The Wall Street Journal aponta que o pré-candidato do Partido Democrata, Joe Biden, conta com uma vantagem de 11 pontos percentuais acima do presidente, Donald Trump. A desaprovação do governo aumentou no último mês, em especial devido às tensões raciais atiçadas pela morte do afroamericano George Floyd.

Segundo a pesquisa, que foi conduzida entre 9 e 12 de julho, 51% dos eleitores americanos votariam em Biden contra 40% em Trump se as eleições fossem agora. Além disso, 50% do eleitorado afirma que “não tem nenhuma chance” de votar em Trump.

A vantagem de Biden era de apenas 7 pontos percentuais na pesquisa anterior, referente ao início de junho, quando apenas 49% dos eleitores votariam no democrata contra 42 no republicano.

No colégio eleitoral, sistema que efetivamente define a eleição presidencial com base nas votações por estado, o democrata conta com uma vantagem semelhante.

Continua após a publicidade

Considerando apenas o eleitorado de 11 estados cruciais — devido ao peso que têm no colégio eleitoral e ao fato de não serem redutos de nenhum dos dois partidos —, Biden está 12 pontos percentuais à frente de Trump.

Em contrapartida ao democrata, a perspectiva positiva que os eleitores americanos têm de Biden caiu no último mês de 37% para 34% e a perspectiva negativa disparou de 38% para 46%.

Aprovação de Trump

Além da situação na corrida eleitoral, a pesquisa desta quarta-feira também indica que a taxa de aprovação do governo Trump caiu em 3 pontos percentuais para 42%, o pior índice nos últimos dois anos.

Ainda mais, apenas 19% do eleitorado americano acredita que o país está no caminho certo.

Continua após a publicidade

A política do governo Trump mais rejeitada pelo eleitorado é o tratamento do presidente às tensões raciais atiçadas nos Estados Unidos há quase dois meses.

Apenas 33% dos eleitores aprovam a maneira como o tema tem sido cuidado pelo presidente, que chegou a acionar as forças de segurança para dispersar manifestantes com gás lacrimogêneo para poder tirar uma foto em uma igreja no início de junho.

O manejo da pandemia da Covid-19 na qual mais de 3,5 milhões de americanos contraíram a Covid-19 e mais de 137.000 morreram — tem uma aprovação de apenas 37%.

Ponto forte do governo Trump, a economia é aprovada por 54% dos eleitores. Nunca desde a posse do republicano em janeiro de 2017, o índice de aprovação da economia foi tão alto.

Publicidade