Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque suicida contra ministério deixa doze mortos no Afeganistão

Atentado ocorre um dia antes do cessar-fogo com os Talibãs, anunciado pelo governo afegão para o fim do mês sagrado do Ramadã

Ao menos doze pessoas morreram e 31 ficaram feridas em um atentado suicida diante do Ministério de Reabilitação Rural e Desenvolvimento em Cabul, no Afeganistão, informou à AFP Wahid Majroh, porta-voz do ministério afegão da Saúde.

“Um homem-bomba detonou o colete de explosivos na porta do ministério, matando e ferindo vários funcionários”, declarou Hashmat Stanikzai, porta-voz da polícia.

O edifício estava sendo esvaziado às 13h (5h30 de Brasília) em função de horário especial durante o mês do Ramadã. Os funcionários estavam diante do prédio, aguardando os ônibus para retornar a suas casas, quando aconteceu a explosão, afirmou o porta-voz do ministério, Faridoon Azhand. “Infelizmente perdemos colegas”, disse.

“Aconteceu uma explosão no portão de saída”, declarou Daud Naimi, diretor de departamento do ministério de Reabilitação Rural e de Desenvolvimento.

Até o momento nenhum grupo reivindicou o ataque, que aconteceu um dia antes do cessar-fogo de uma semana anunciado pelo Estado afegão para o fim do Ramadã, previsto para sexta-feira (15). Os talibãs anunciaram uma interrupção dos combates por três dias a partir desta data. Trata-se do primeiro cessar-fogo em sete anos de conflito desde a invasão americana.

Cabul sofreu vários ataques suicidas neste ano, o mais grave o ocorrido em janeiro, quando os talibãs explodiram uma ambulância bomba perto do antigo Ministério de Interior, onde ainda operam algumas dependências oficiais, deixando mais de cem de mortos

(Com AFP e EFE)