Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aprovação de Biden cresce nos Estados Unidos com aplicação de vacinas

Atual presidente teve um crescimento de quatro pontos percentuais em relação a janeiro, porém ainda é criticado por suas políticas de imigração

Por Da Redação 19 mar 2021, 15h22

Os índices de aprovação do governo de Joe Biden cresceram desde janeiro, de acordo com uma pesquisa da Reuters/Ipsos divulgada nesta sexta-feira, 19. O crescimento foi impulsionado por medidas concretas do atual presidente para enfrentar a crise econônima e sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus, em especial pela campanha de vacinação.

Realizado nos dias 17 e 18 de março, o levantamento mostrou que 59% dos adultos dos Estados Unidos aprovam o novo governo, enquanto 35% desaprovam e 6% não souberam responder. O número representa um aumento de quatro pontos percentuais desde última pesquisa, realizada em janeiro, e está muito atrelado aos ditos “independentes” – que não se declaram democratas ou republicanos.

Seis a cada 10 independentes disseram aprovar o atual presidente nos últimos dados, contra cinco a cada 10 nos dados de janeiro. A pesquisa também mostrou que os americanos estão mais satisfeitos na forma como Biden está lidando com a pandemia da Covid-19 – 65% -, ao mesmo tempo que mais da metade apoia sua influência na economia –52%.

O crescimento da aprovação de Joe Biden ocorre no momento em que o país administra uma grande quantidade de doses da vacina do novo coronavírus. O objetivo do presidente é aplicar 100 milhões de doses antes do final de abril, mas ao que parece a meta será cumprida ainda antes da data. Os Estados Unidos, inclusive, planejam o empréstimo de doses excedentes de imunizantes não aprovados ainda para países vizinhos, como o México e o Canadá.

Ao mesmo tempo, a população já começou a receber os pagamentos que fazem parte do recém-aprovado pacote de 1.9 trilhão de dólares utilizado no estímulo da economia.

A pesquisa mostrou, porém, que os americanos são mais críticos no que diz respeito à imigração devido à crise vivida na fronteira com o México. Os líderes republicanos tem criticado duramente o presidente por desfazer algumas políticas de imigração de Donald Trump, culpando-o pela grande onda de imigrantes que tentam entrar no país.

Os números mostram que 41% aprovam a forma de lidar com a fronteira, enquanto 45% desaprovam. Quando separados por partidos, esses números aumentam: 79% dos republicanos são contra, enquanto 73% dos democratas são a favor.

A pesquisa foi realizada online por todo os Estados Unidos. Mais de 1.000 adultos foram ouvidos, incluindo 456 democratas e 374 republicanos.

Continua após a publicidade
Publicidade