Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

20 imagens que contam como foi o ataque de 11 de setembro de 2001

Às 8h46, o primeiro avião comercial sequestrado pela Al Qaeda atingia uma das torres do World Trade Center (WTC), em Nova York

Por Da redação - Atualizado em 11 set 2017, 19h39 - Publicado em 11 set 2017, 19h31

O presidente americano, Donald Trump, prestou uma homenagem, nesta segunda-feira (11), às cerca de 3 mil vítimas dos atentados de 11 de setembro. Trump e a esposa, Melania, fizeram um minuto de silêncio nos jardins da Casa Branca, às 8h46 (9h46, horário de Brasília), a exata hora em que o primeiro avião comercial sequestrado pela Al Qaeda atingiu uma das torres do World Trade Center (WTC), em Nova York, 16 anos atrás.

Em 2001, o grupo terrorista fundado por Osama bin Laden sequestrou e lançou dois aviões contra as Torres Gêmeas do WTC e um contra o Pentágono, em Washington. Uma quarta aeronave não atingiu o alvo e caiu em um campo aberto na PensilvâniaO ataque fez ruir as duas torres do WTC, com 110 andares cada, e deixou um total de 2.977 mortos. 

“O horror e a agonia deste dia sombrio estão gravados em nossas memórias para sempre”, declarou Trump durante a cerimônia. “Neste dia, o mundo mudou, mas todos nós também mudamos”, acrescentou, evocando os ataques que traumatizaram o país e levaram os Estados Unidos a lançar uma vasta ofensiva militar no Afeganistão para derrubar o regime Talibã no poder, que protegia os cérebros dos atentados.

 

Publicidade

Relembre as principais fotos que marcaram a tragédia:

(Com AFP)

Publicidade