Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

UFC fecha 2016 com Ronda Rousey x Amanda Nunes em Las Vegas

Estrela americana voltará a lutar mais de um ano após sofrer nocaute e terá pela frente a lutadora baiana, nova campeã da categoria

Por da redação - 30 dez 2016, 10h51

A temporada de 2016 do UFC será encerrada nesta sexta-feira com as mulheres em destaque. A estrela Ronda Rousey voltará ao octógono mais de um ano depois de ter sido nocauteada impiedosamente por Holly Holm e perdido seu cinturão na Austrália. Em seu aguardado retorno, a americana terá pela frente a nova campeã peso-galo feminino do UFC, a brasileira Amanda Nunes, no UFC 207, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O card preliminar começa às 22h30 (de Brasília) e o card principal deve começar por volta das 1h30 de sábado.

A derrota para Holm, a primeira de sua carreira no UFC, abalou Ronda Rousey psicologicamente. A americana chegou a pensar em suicídio nos momentos de crise e decidiu que mudaria seu comportamento em relação à organização do UFC. Ela, que tantas vezes brilhou em eventos publicitários e até em filmes de Hollywood, desta vez surpreendeu ao avisar Dana White que não participaria da promoção oficial do evento, como as coletivas nos dias que antecedem as lutas. Segundo ela, o falastrão irlandês Conor McGregor tomou-lhe o posto de rosto oficial do UFC.

Ronda, então, deu apenas algumas declarações aos canais do UFC e mandou recados por meio das redes sociais. Mas nem mesmo seu silêncio diminuiu a expectativa do público por seu retorno. Amanda Nunes, no entanto, fez questão de lembrar que agora Ronda chega como desafiante e não campeã.  A baiana de 28 anos conquistou o cinturão em junho, ao finalizar Miesha Tate no primeiro round da luta principal do UFC 200, em Las Vegas, e fará sua primeira defesa. 

Ronda e Amanda fizeram nesta quinta-feira a tradicional encarada após a pesagem no T-Mobile Arena, em Las Vegas. A americana esteve sempre com o semblante sério e não atendeu a imprensa nem os fãs. Já a brasileira entrou com uma máscara de leoa, em alusão a seu apelido, sorriu para o público e só fechou a cara na hora de olhar nos olhos da ex-campeã.

Publicidade

Amanda tem um cartel de 13 vitórias e quatro derrotas no MMA e busca o momento de grande consagração de sua carreira. Uma nova derrota poderia até representar o fim da carreira de Ronda, que recentemente admitiu que já pensa na aposentadoria do octógono. As duas farão a luta principal do UFC 207, que ainda terá lutas dos brasileiros John Lineker, Antônio Cara de Sapato e Alex Cowboy.

UFC 207 – 30 de dezembro em Las Vegas, EUA

Card Principal

Peso-galo feminino: Amanda Nunes x Ronda Rousey

Peso-galo: Dominick Cruz x Cody Garbrandt

Publicidade

Peso-galo: TJ Dillashaw x John Lineker

Peso-meio-médio: Dong Hyun Kim x Tarec Saffiedine

Peso-mosca: Louis Smolka x Ray Borg

Card Preliminar

Publicidade

Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Neil Magny

Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Marvin Vettori

Peso-meio-médio: Mike Pyle x Alex Garcia

Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Tim Means

Publicidade

Peso-meio-médio: Brandon Thatch x Niko Price

Publicidade