Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ronda Rousey diz que pensou em suicídio após nocaute

Ex-campeã do UFC disse que apoio do namorado Travis Browne foi fundamental para superar a derrota para Holly Holm

A americana Ronda Rousey admitiu nesta segunda-feira que a derrota arrasadora para a compatriota Holly Holm no UFC 193 abalou seu estado emocional. A ex-campeã peso-galo feminino disse que, nos dias mais difíceis, cogitou até suicídio, mas recebeu o conforto de seu namorado, o lutador Travis Browne.

Leia também:

UFC: irmã diz que parte de Ronda ‘morreu’ em derrota para Holm​

Ronda Rousey volta a treinar três meses depois de surra

Ronda Rousey perdeu por ‘salto alto’? Ex-agente acha que sim

“Meu pensamento era ‘o que vai ser de mim agora?’ Eu estava sentada, pensando em me matar. Pensei: ‘Eu não sou nada e ninguém dá a mínima para mim’. Honestamente, levantei a cabeça e vi meu homem, Travis. Olhei para ele e percebi que preciso ter filhos com ele. Preciso me manter viva”, contou Ronda, emocionada, ao programa The Ellen Show, da apresentadora Ellen DeGeneres, nesta segunda.

Ronda acredita que o curto espaço entre suas lutas em 2015 a prejudicou no confronto contra Holm, em Melbourne. “Acho que a única coisa diferente foi que era a minha terceira luta por título em nove meses e não acho que alguém já tenha tentado fazer isso antes. Não quero dar desculpas, já lutei em situações piores, mas eu me senti muito cansada”, disse Ronda, já plenamente recuperada.

Também nesta segunda-feira chegou às bancas americanas o ensaio nu realizado pela lutadora para a revista Sports Illustrated Swimsuit.

(da redação)