Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Treinador da Inter de Milão é demitido – bom para Gabigol

Holandês Frank de Boer vinha deixando o brasileiro fora até do banco de reservas

O técnico holandês Frank de Boer foi demitido pela Inter de Milão nesta terça-feira, menos de três meses depois de ser contratado. O ex-jogador da seleção holandesa acumulou sete derrotas, dois empates e apenas cinco vitórias nos 14 jogos oficiais pela equipe milanesa, que ocupa a 13ª colocação do Campeonato Italiano.

Em comunicado oficial, a Inter agradeceu Frank de Boer “pelo trabalho realizado e deseja muita sorte em seu futuro”. O holandês também lamentou a decisão nas redes sociais “É um pecado que tenha terminado assim. Para realizar esse projeto, precisava de mais tempo. Quero agradecer a todos os torcedores que me apoiaram nesses meses. Forza Inter!”

De Boer fez sucesso como treinador do Ajax – conquistou quatro vezes a liga holandesa – e foi contratado pela Inter em agosto, depois da surpreendente demissão de Roberto Mancini, sob rumores de desentendimentos com os novos proprietários chineses do clube.  

 

Stefano Vecchi, técnico da base, comandará a equipe principal temporariamente e já está confirmado para a próxima partida contra o Southampton, quinta-feira, pela Liga Europa. A imprensa italiana lista diversos candidatos a substituir o ex-zagueiro holandês, com destaque para Stefano Pioli, da Lazio, Francesco Guidolin, ex-Swansea e atualmente desempregado, e Laurent Blanc, que deixou o PSG no fim da temporada passada.

Gabigol – A demissão de Frank de Boer representa uma nova esperança para o atacante brasileiro Gabigol, que vinha sendo “esquecido” pelo treinador holandês. O ex-jogador do Santos não foi nem relacionado para a última partida, derrota por 1 a 0 para a Sampdoria.

“Gabigol um bom jogador e sua hora virá em breve. Mas ele ainda não está pronto”, afirmou de Boer ao jornal Gazzetta dello Sport, um dia antes de sua demissão. O jogador de 20 anos custou 27 milhões de euros (cerca de 98 milhões de reais) e fez apenas uma partida pela Inter até o momento – entrou aos 20 minutos do segundo tempo diante do Bologna. 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Luiz Pereira

    Será que o “Gabigol” não estava tendo chances por causa do técnico mesmo? Jogador comum vendido por uma grana preta dessas, vão sempre esperar demais dele, coisa que ele não tem pra oferecer.

    Curtir