Clique e assine com até 92% de desconto

Nas redes, espanhóis e corintianos massacram Pato por ida à China

Um ano depois de recusar proposta que encheria cofres do Corinthians, atacante do Villarreal decidiu aceitar milionária proposta chinesa

Por da redação Atualizado em 29 jan 2017, 00h40 - Publicado em 28 jan 2017, 18h10

Alexandre Pato, mais uma vez, deixa um clube pela porta dos fundos. Sua transferência do Villarreal, da Espanha, para o Tianjin Quanjian, da China, ainda não foi oficializada pelas equipes, mas uma imagem vazada nas redes sociais neste sábado, do atacante vestindo a camisa da equipe chinesa durante exames médicos, praticamente confirma o negócio. Torcedores do Villarreal – e sobretudo do Corinthians – protestaram nas redes sociais do jogador de 27 anos. 

Os exames foram realizados em Roma e, segundo jornais italianos, o Tianjin Quanjian pagará aproximadamente 18 milhões de euros (60,5 milhões de reais na cotação atual) para tirar Pato do Villarreal. O brasileiro havia sido liberado pelo clube espanhol para acertar sua transferência e não participou da vitória por 2 a 0 contra o Granada, na manhã deste sábado.

  • Pato era bastante querido pela torcida do Villarreal, clube que defendeu por pouco mais de seis meses – foram 24 partidas e seis gols marcados. Tudo mudou com a transferência e, em suas redes sociais, Pato sentiu a fúria dos espanhóis. “Deus te deu uma nova oportunidade de triunfar na elite e você desperdiçou. Desfrute de seu dinheiro”, disse um dos torcedores mais educados. 

    A maioria dos comentários, no entanto, é de corintianos revoltados. Em 2013, o Corinthians pagou 40 milhões de reais para tirar Pato do Milan, mas o atacante decepcionou – o pênalti de “cavadinha” perdido contra o Grêmio jamais foi esquecido por companheiros e torcedores – e atuou mais pelo rival São Paulo do que pelo clube de Itaquera.

    Em janeiro do ano passado, quando ainda pertencia ao Corinthians, Pato teve propostas milionárias do próprio Tianjin, da China, mas recusou. Na época, o clube, então dirigido por Vanderlei Luxemburgo, estava na segunda divisão. Foi campeão, já com o técnico italiano Fabio Cannavaro, e hoje está na elite chinesa.

    Continua após a publicidade

    Se tivesse aceitado a proposta em 2016, Pato teria enchido não apenas os seus cofres, mas também os do Corinthians. Na época, o jogador afirmou que gostaria de voltar à Europa e não se aventurar na Ásia. O fato de ter aceitado a mesma proposta chinesa um ano depois revoltou os torcedores alvinegros. 

    “Você é um desonesto safado. (…) não entra nunca mais em Itaquera”, diz uma das mensagens, em meio a diversos xingamentos. Há ainda mensagens irônicas de são-paulinos, como: “Só por ter prejudicado o Corinthians dessa forma, e ter honrado o manto do SPFC, já agradeço.”

    Durante os três anos e meio em que esteve vinculado ao Corinthians, Pato passou a primeira temporada no clube (com 63 jogos e 17 gols marcados), duas no São Paulo e os últimos seis meses no Chelsea, da Inglaterra, onde fez duas partidas e um gol. Abaixo a última postagem de Pato no Instagram, ainda com a camisa do Villarreal:

    https://www.instagram.com/p/BPuy_dbAj8-/?taken-by=pato&hl=pt

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade