Clique e assine a partir de 9,90/mês

F1: Rosberg sustenta 2ª posição e é campeão mundial de 2016

Mesmo chegando atrás de Lewis Hamilton no GP de Abu Dhabi, alemão celebrou seu primeiro título na Fórmula

Por da redação - Atualizado em 27 nov 2016, 13h40 - Publicado em 27 nov 2016, 12h49

Depois de bater na trave nos últimos dois anos, Nico Rosberg chegou a seu primeiro título mundial de Fórmula 1 na tarde deste domingo. O piloto alemão da Mercedes sustentou a sua posição de largada (segundo), e, mesmo chegando atrás do inglês Lewis Hamilton no GP de Abu Dhabi, terminou a temporada na frente, com 385 pontos, cinco a mais que o campeão das últimas duas temporadas. Sebastian Vettel, da Ferrari, completou o pódio nos Emirados Árabes Unidos.

Rosberg, de 31 anos, repetiu o feito de seu pai, o finlandês Keke Rosberg, campeão em 1982 – antes, apenas Graham Hill e Damon Hill haviam conseguido os títulos em família. Aliviado depois de sustentar a pressão de Vettel e do holandês Max Verstappen, Rosberg se emocionou ao ouvir o hino alemão no pódio e foi bastante cumprimentado pelo chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone.

Com uma boa vantagem (só precisava chegar em terceiro para garantir o título sem depender de Hamilton), o piloto alemão adotou cautela desde a largada no circuito de Yas Marina. Hamilton, por sua vez, usou uma estratégia inteligente, de segurar o ritmo da ponta para que os adversários chegassem mais próximos de Rosberg. Mas o alemão manteve a concentração e sustentou a posição que lhe servia.

Nico Rosberg se tornou o quarto alemão a se sagrar campeão da Fórmula 1. O país possui no total 13 títulos na categoria, sete de Michael Schumacher, quatro de Sebastian Vettel e mais um de Jochen Rindt.

Britânico Jenson Button, piloto da McLaren, participa de foto em grupo com todos os pilotos competidores do circuito de Yas Marina, antes da corrida de F1 em Abu Dhabi, Emirados Árabes
Britânico Jenson Button, se despediu da F1 Clive Mason/Getty Images

Despedidas – A corrida marcou também as despedidas de Jenson Button e Felipe Massa da Fórmula 1. O brasileiro da Williams chegou em 9º, enquanto o inglês da McLaren deixou a prova na 13ª volta.

Continua após a publicidade

Em cena semelhante ao que ocorreu com Massa em Interlagos, Button, campeão mundial em 2009, foi recebido pelos familiares e bastante aplaudido por todas as equipes.

Ainda sem lugar garantido no grid para a próxima temporada, o brasileiro Felipe Nasr não conseguiu brilhar com sua Sauber e terminou a temporada na 16º posição. O piloto de 24 anos ainda negocia sua renovação com a Sauber.

 

Classificação completa do GP de Abu Dhabi:

1: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

2: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

Continua após a publicidade

3: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

4: Max Verstappen (HOL/Red Bull)

5: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

6: Kimi Raikkonen (ALE/Mercedes)

7: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)

Continua após a publicidade

8: Sergio Pérez (MEX/Force India)

9: Felipe Massa (BRA/Williams)

10: Fernando Alonso (ESP/McLaren)

11: Romain Grosjean (FRA/Haas)

12: Esteban Gutiérrez (MEX/Haas)

Continua após a publicidade

13: Esteban Ocon (FRA/Manor)

14: Pascal Wehrlein (ALE/Manor)

15: Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

16: Felipe Nasr (BRA/Sauber)

17: Jolyon Palmer (GBR/Renault)

Continua após a publicidade

Não completaram:

Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso)

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

Jenson Button (GBR/McLaren)

Valtteri Bottas (FIN/Williams)

Continua após a publicidade

Kevin Magnussen (DIN/Renault)

Publicidade