Clique e assine a partir de 9,90/mês

Tchau, cinema. Último ‘Divergente’ será um filme para TV

Fracasso de bilheteria do terceiro filme influenciou mudança nos planos da distribuidora

Por Da redação - Atualizado em 21 jul 2016, 14h46 - Publicado em 21 jul 2016, 12h25

Deu ruim para a franquia Divergente. Depois de três filmes medianos em qualidade e bilheteria, o quarto e último episódio da saga, Ascendente, não terá cartaz nos cinemas — o que demanda um alto investimento — e vai direto para a televisão. O novo plano da Lionsgate, o estúdio responsável pela série, ainda está em fase de negociação. Não se sabe qual canal vai exibir a produção, segundo o site da revista Variety. O filme estava previsto para estrear nos cinemas em julho de 2017.  A desculpa oferecida pela produção é a de que lançar o filme na TV seria parte de um plano para promover uma série que dará continuidade à história, com novos personagens.

LEIA TAMBÉM:
Elenco estrelado faz o que pode para salvar ‘Convergente’
Fracasso de bilheteria de ‘Convergente’ deve afetar último filme da saga
Shailene Woodley e Ellen Page estão namorando, diz revista

De toda forma, vamos aos números. Os dois primeiros títulos da franquia (Divergente, 2014, e Insurgente, 2015) arrecadaram juntos cerca de 600 milhões de dólares. Apesar do resultado mediano, na comparação com sagas como Jogos Vorazes, o valor pagou o orçamento investido. Já a terceira parte, Convergente (2016), tropeçou e ficou nos 180 milhões de dólares, muito abaixo do esperado para um episódio próximo do final.

O estúdio planejava rodar o derradeiro longa neste segundo semestre em Atlanta. Com a mudança, ainda não se sabe se o elenco original, formado por nomes como Shailene Woodley, Theo James e Ansel Elgort, fará parte do filme. O diretor dos dois últimos capítulos, Robert Schwentke, não conduzirá a nova trama, que deve ser dirigida por Lee Toland Krieger (de A Incrível História de Adaline).

A saga Divergente propõe uma história de ação futurista que apresenta uma sociedade dividida em cinco facções (Franqueza, Erudição, Abnegação, Amizade e Audácia). Os filmes se baseiam na trilogia best-seller da escritora Veronica Roth.

Continua após a publicidade

(Com agência EFE)

Publicidade