Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No BBBarraco todos são culpados – e inocentes também

Confinados finalmente começam a deixar para trás a briga de Cássio e Marcelo por causa de Angela. É o melhor a ser feito, pois ninguém é santo na história

Enfim, a casa do BBB14 começou a virar o disco. Depois de três dias monotemáticos – nos quais o único assunto tratado era a briga de Cássio e Marcelo por causa de Angela -, os brothers já conseguem conversar sobre outros assuntos nesta quarta-feira. O resultado do paredão de terça, que eliminou Diego e manteve o curitibano na casa, ajudou a colocar uma pedra em cima de tudo. E o apresentador Pedro Bial deu uma forcinha: antes de anunciar o resultado, aconselhou os confinados a não procurar justiça no resultado, porque ele não significava absolvição nem condenação. Afinal, ninguém é totalmente vítima ou vilão nesse grande BBBarraco.

Há quem defenda que Cássio acertou ao defender Angela e aqueles que também viram nas atitudes de Marcelo uma tentativa de se dar bem com quem já o havia rejeitado. Mas é preciso contrapor, ainda, que a paulista foi atrás do curitibano mais de uma vez durante a fatídica noite, e foi ela quem o convidou para deitar entre as almofadas. Em uma coisa só todos devem concordar: a mistura de super doses de álcool, com ócio e a vontade de aparecer nunca rendeu bons resultados no reality show. Impossível não lembrar a 12ª edição, quando uma suspeita de estupro levou à expulsão de Daniel, mas depois foi desmentida por Monique.

O líder Cássio, que indicou Marcelo, chegou a ameaçar deixar o programa caso o público não o eliminasse. Obviamente, não teve coragem – nem seria o caso para tanto radicalismo. “Não é ‘mimimi’. Estou morrendo de vontade de fazer a minha mala e sair daqui sem dar tchau para ninguém, de fininho, só por medo de o meu pai e a minha mãe estarem tristes comigo”, disse a Valter, que lembrou as palavras de Bial: “Não existe um consenso”. Perplexo ainda com o resultado, o gaúcho até tentou se isolar dos demais, mas não conseguiu sustentar por muito tempo o papel de “coitadinho” – o curitibano está anos-luz à frente nessa interpretação.

Não foi possível tirar uma resposta definitiva desta vez, mas ela pode vir no paredão da próxima semana. Na prova do líder de quinta-feira, Tatiele poderá usar o Poder do Não para tirar pelo menos uma pessoa da disputa. Como Cássio é o atual rei da casa, não participa. Logo, é quase certo que ela exclua Valter Slim – o único a defender a posição do gaúcho, mesmo sem sair tanto de cima do muro. Assim, qualquer outro que vença, deve colocar um dos dois na berlinda, deixando o outro para ser votado pela casa. Neste caso, entre o “peso-morto” e o “defensor das fracas e oprimidas”, se o público eliminar o segundo, todos saberão do lado de quem está a maioria.

Leia também:

‘BBB14’: Cássio ameaça sair se Marcelo ficar. E quem liga?

‘BBB14’: Marcelo sabe que papel de coitado dá certo

Barraco entre brothers revela quem é quem no ‘BBB14’