Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Minha Mãe É Uma Peça 2’ domina bilheteria e supera ‘Rogue One’

Em apenas duas semanas de exibição, comédia nacional já levou 2,8 milhões de pessoas ao cinema

Paulo Gustavo está rindo à toa, pois sua nova comédia, Minha Mãe É Uma Peça 2, dominou as bilheterias do último fim de semana e já tem um público acumulado de mais de 2,8 milhões de pessoas, quase 700 mil espectadores a mais que o grande lançamento do fim de 2016, Rogue One – Uma História Star Wars (que chegou aos cinemas uma semana antes da produção nacional).

Minha Mãe É uma Peça 2 chegou aos cinemas no dia 22 de dezembro, e foi a segunda melhor estreia nacional do ano, perdendo apenas para Os Dez Mandamentos – O Filme. No último fim de semana, a comédia continuou o seu sucesso e conquistou 714.115 espectadores, segundo a consultoria ComScore.

Em segundo lugar na bilheteria nacional vem a animação Sing, com um público de 243.539 pagantes. Apenas em terceiro lugar está Rogue One — que dominava os cinemas até a chegada da comédia de Paulo Gustavo — com 188.567 espectadores.

Nas três semanas que está em exibição, Rogue One já levou 2,33 milhões de pessoas aos cinemas, e arrecadou mais de 40 milhões de reais em bilheteria. Graças ao valor mais elevado dos ingressos das cópias em 3D, a saga interplanetária vence a comédia nacional no quesito renda acumulada, já que Minha Mãe É Uma Peça 2 arrecadou 36 milhões de reais.

Completando o Top 5 da bilheteria nacional estão Invasão Zumbi, com 188.567 espectadores, e Sully – O Herói do Rio Hudson, com 88.541.

Bilheteria americana – Já nos Estados Unidos, Rogue One continua a dominar. A produção da Disney arrecadou 49,5 milhões de dólares no último fim de semana, segundo o site Box Office Mojo.

A animação Sing aparece em segundo lugar também nas bilheterias americanas, com 42,8 milhões de dólares. Passageiros (que estreia no Brasil no dia 5 de janeiro) vem em terceiro, com 16,1 milhões de dólares, seguido pela animação Moana (também programada para dia 5), com 10,9 milhões. Em quinto lugar está a comédia com James Franco, Tinha Que Ser Ele? (que chega aos cinemas brasileiros em março), com 10,6 milhões.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Temos excelentes atrizes para fazer o papel de mulher e não necessitamos ultra arrogantes como esse P. Gustavo para isso. Oh coisa chata e se acha tão engraçado!

    Curtir

  2. Luciano Martins

    Parabéns. Além de Paulo Gustavo ser um grande ator, o filme também etá ótimo.

    Curtir

  3. Gerador emprego

    Isso mostra nivel intelectual brasileiros….Assistir um lixo desses

    Curtir

  4. Sérgio Torquato

    Assisti o filme é posso opinar. Não foi tão interessante quanto o primeiro, mas está longe de ser um filme horroroso. É uma sequência de boas esquetes. Ponto fraco apenas para a presença dá Fátima Bernardes que aparece ali sem motivo algum.

    Curtir