Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais Escobar: Javier Bardem e Penélope Cruz começam a filmar

O espanhol Fernando León de Aranoa baseou sua história no livro 'Amando a Pablo, Odiando a Escobar', da jornalista que foi amante de Escobar

Um dos maiores traficantes da história, Pablo Escobar é agora, também, um dos maiores personagens da dramaturgia. Depois de séries como Narcos, do brasileiro José Padilha, e de filmes como Conexão Escobar, um longa mediano recém-lançado com Bryan Cranston, de Breaking Bad, o colombiano agora vai mobilizar o casal de espanhóis hollywoodianos Javier Bardem e Penélope Cruz. Os dois começam a rodar em 24 de outubro, na Colômbia, Escobar, uma co-produção espanhola e búlgara, com Bardem no papel do traficante e Cruz como a sua amante, a jornalista Virginia Vallejo.

LEIA TAMBÉM:
Filho de Pablo Escobar lista 28 erros na 2ª temporada de ‘Narcos’
Segunda temporada de ‘Narcos’ aprofunda debate moral
Há vida após Escobar: Netflix fará mais duas temporadas de Narcos
‘Narcos’ vira jogo para celular — com Wagner Moura barrigudo

O diretor e roteirista espanhol Fernando León de Aranoa, responsável por filmes como Um Dia Perfeito ou Segunda-Feira ao Sol, baseou sua história no livro Amando a Pablo, Odiando a Escobar, da jornalista que teve um romance de vários anos com o traficante. “Não é um filme biográfico, não é apenas a história de um duro gângster. É a história de um homem que mudou a história do crime nas últimas décadas do século XX”, disse o produtor Miguel Menéndez de Zubillaga.

Casados desde 2010 e pais de dois filhos, Javier Bardem e Penélope Cruz são os únicos atores espanhóis a terem conquistado um Oscar, ambos em papéis coadjuvantes por Onde os Fracos não Têm Vez (2007) e Vicky Cristina Barcelona (2008), respectivamente.

A figura do chefe do cartel de Medellín, falecido em 1993, está renascendo no cinema e na televisão com produções como Escobar: Paraíso Perdido, com Benicio del Toro. Em 2017, estrearão ainda os filmes American Made, no qual Tom Cruise encarnará o piloto americano Barry Seal, que trabalhou para seu cartel, e El Patrón, com o colombiano John Leguizamo.

(Com agência France-Presse)