Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Globo erra ao tratar agressão de Marcos como parte do jogo do BBB

Polícia já anunciou que vai investigar a conduta do médico com a namorada, Emilly, enquanto canal se limita a se declarar ‘preocupado’ e festeja audiência

Se a Globo ganhou elogios no caso José Mayer, com apoio à campanha contra o assédio sexual deflagrada por suas funcionárias e encampada por atrizes famosas, e com a suspensão do ator, retirado da próxima novela de Aguinaldo Silva, em relação ao Big Brother Brasil 17 a emissora tem adotado uma conduta mais do que controversa.

Há dias, o cirurgião plástico Marcos vem demonstrando desequilíbrio no reality show. De uma hora para outra, muda de humor, grita e ameaça mulheres, com dedo no rosto, intimidação e apertões no braço e no pulso. Enquanto muitos telespectadores cobram sua expulsão do BBB, com base na punição prevista para agressão física, a Globo se limita a se declarar “preocupada” com a situação, como disse o apresentador Tiago Leifert na edição deste domingo. “O comportamento do casal nos preocupa. E a gente sabe que preocupa muito vocês também. E as atitudes do Marcos ontem à noite também nos preocupam”, afirmou Leifert.

No mundo real, a história cresce. A Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro vai investigar se Marcos de fato machucou a namorada, Emilly, na discussão que o casal teve na madrugada de sábado para domingo. Além de encurralar a estudante em um canto da casa e berrar contra ela, ele segurou com força a estudante pelo pulso e pelo cotovelo, ao que ela reclamou: “Para, Marcos, está me machucando”. São essas sequências, reverberadas pelas redes sociais, onde teve início neste domingo uma campanha pela saída do cirurgião, com a hashtag #marcosexpulso, que a polícia vai analisar para decidir se houve agressão dentro dos estúdios da Rede Globo.

Depois da final do reality show (marcada para quinta-feira), a própria Emilly poderá procurar, se quiser, a polícia a fim de prestar queixa contra o namorado e enquadrá-lo na Lei Maria da Penha, de acordo com Marcia Noeli, diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM) do Rio de Janeiro. A participante poderá fazer um boletim de ocorrência pela violência psicológica a que Marcos a submete – a violência física, por ser patente, já permite que Marcia investigue agora o comportamento do gaúcho, sem a solicitação da vítima. A família tende a apoiá-la. De acordo com a irmã gêmea, Mayla, seu pai, Volnei Alves, contatou a Globo para que tome alguma providência a respeito.

Marcos ensandecido durante briga com Ilmar

Marcos ensandecido durante briga com Ilmar (Reprodução/TV Globo)

Aliás, Emilly não é a única que pode ir à Justiça contra Marcos. No entender de Marcia Noeli, a paratleta Marinalva, eliminada na última noite em uma disputa direta justamente com ele, pode processar o médico pela agressividade psicológica de que se valeu contra ela. Em conversa com Ana Maria Braga no matinal Mais Você, nesta segunda-feira, Marinalva confessou que, durante uma discussão na cozinha do confinamento, teve medo de ser esfaqueada por um Marcos completamente fora de si.

“Ele pirou nessa hora, realmente”, disse, antes de explicar a história toda. “Uma ou duas semanas antes, eu encostei em algum lugar e apareceu nas minhas costas a marca de um peixe, que é o símbolo do cristianismo. Depois, fiquei com manchas de esmalte nas mãos. O Ilmar comentou que eram stigmata, e explicou que eram as chagas de Cristo. Acho que o Marcos ouviu isso e entendeu que eu estava me colocando naquela situação. Quando ele veio me dizer isso, tinha uma faca ali perto, eu olhei para aquilo e pensei: ‘Meu Deus, eu não vou questionar nada’. Embora a gente esteja dentro de uma casa vigiada, estávamos tête-à-tête, um movimento brusco e…”, contou Marinalva, fazendo um gesto com a mão como se deslizasse uma faca pelo ar, de cima para baixo.

Em tese, Marinalva não pode enquadrar Marcos na Lei Maria da Penha porque ela pressupõe uma relação íntima. Mas ela pode prestar queixa de outras formas, segundo Marcia Noeli. “O dedo na cara, que ele usou também com Marinalva, é uma agressão, pois coloca a mulher em uma posição vulnerável. Em situações de agressão psicológica, calúnia, constrangimento, e outras em que a mulher fica vulnerável, é necessário a manifestação da vítima e um registro de queixa por parte da mesma.”

O que explica a apatia da Globo é possível apenas especular. Mas não a esmo, não sem grandes chances de acerto. Descontrolado, Marcos tem uma torcida enorme entre os espectadores do programa – basta ver que Marinalva foi eliminada com estrondosos 77% dos votos no paredão que dividiu com o cirurgião plástico. E essa torcida, assim como seus episódios de surto, vêm aquecendo a audiência do programa. No começo da tarde desta segunda, a Globo divulgou o índice de audiência do programa neste domingo: 22 pontos de média no Ibope da Grande São Paulo, um recorde. Segundo a emissora, havia seis anos que o reality show não alcançava um índice tão bom em um domingo em São Paulo.

Procurada no início da manhã desta segunda-feira a respeito do contato do pai de Emilly com a produção do BBB, a Globo não havia se manifestado até as 13h50.

(Com reportagem de Rafael Aloi)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tatiana Costa

    Essa emissora é podre! LIXO! Esse falso casal é doente, os dois precisam de tratamento. Tudo para chamar a atenção, dissimulados e mentirosos diante das câmeras. O formato do programa faz com que a pessoa mostre quem realmente ela é. O problema é sério! Vergonha nacional! Muita podridão humana! A emissora deveria ter expulso a dissimulada da DEmilly tbm… Mundo injusto, não! Ele sai de monstro e ela de mocinha!Rostinho de anjo, carácter de capeta.

    Curtir