Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

‘Homem de Aço 2’ deve sair da gaveta

Filme com o time de vilões da DC Comics arrecadou 133 milhões de dólares no fim de semana de estreia nos Estados Unidos

Por Da redação - Atualizado em 9 ago 2016, 21h22 - Publicado em 9 ago 2016, 19h22

A DC Comics e Warner Bros. resolveram dar sinal verde para um segundo filme do Super-Homem, segundo conta o site The Wrap. Uma fonte da Warner revelou ao site que a continuação de Homem de Aço (2013) se tornou uma prioridade no estúdio, que agora está animado para fazer uma boa representação do personagem após o fracasso de crítica que foi Batman vs Superman, lançado em março.

LEIA TAMBÉM:
Especial ‘Esquadrão Suicida’: o contra-ataque da DC Comics
‘Esquadrão Suicida’ estreia no Brasil com público de 2,3 milhões
Arlequina e Coringa seguram as pontas de ‘Esquadrão Suicida’
Abaixo-assinado pede demissão do diretor de ‘Batman vs Superman’

O segundo filme solo do herói, interpretado por Henry Cavill, entra na lista das próximas produções da DC Comics, que já conta com Liga da Justiça e Mulher-Maravilha para 2017, Aquaman em 2018, e mais um filme solo do Batman dirigido por Ben Affleck.

No último fim de semana, outro filme do estúdio, Esquadrão Suicida, estreou batendo recordes ao arrecadar 133 milhões de dólares nos Estados Unidos. O longa teve a maior estreia da história do mês de agosto.

Criador de ‘Esquadrão Suicida’ responde críticas

Assim como aconteceu com Batman Vs. Superman, o novo filme da DC enfrentou uma enxurrada de críticas da imprensa especializada, o que pode afetar seu faturamento futuro nas bilheterias. No meio de toda a polêmica sobre o filme ser ruim ou não, o quadrinista John Ostrander, responsável por criar a versão dos anos 1980 nos gibis, que serviu de inspiração para o filme, resolveu se manifestar.

Publicidade

Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, Ostrander disse que gostou do filme e elogiou os trabalhos de Viola Davis, Margot Robbie e Will Smith. “Olhe, eu entendo, as pessoas estão cansadas de todos os blockbusters. Se os filmes de super-herói não forem como O Cavaleiro das Trevas, eles vão criticar. Eu acho que o que está acontecendo aqui é que assim como eu vim preparado para amar o filme, alguns vieram prontos para odiá-lo”, declarou.

Mas o quadrinista admite que Esquadrão Suicida está longe de ser perfeito, e que uma de suas maiores falhas está na construção dos personagens. “O antagonista não está bem definido e você precisa de um bom antagonista para ajudar a definir o protagonista. É o vilão quem normalmente define a trama”, disse.

Publicidade