Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Wagner Moura entre indicados, Globo de Ouro elege os melhores da TV

Brasileiro deve enfrentar páreo duro na disputa pelo prêmio de melhor ator em série dramática. Festa vai ao ar a partir das 23 horas no canal pago TNT

O Globo de Ouro, que entrega seus prêmios neste domingo, adora surpreender nas categorias de televisão. Com indicações marcadas por novas produções e estatuetas não raro indo para séries que estrearam já com força, a premiação é uma das mais divertidas de se assistir, exatamente porque nunca se sabe ao certo o que vai acontecer. Em 2016, a Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood seguiu sua tradição de privilegiar o que teve de novo na TV. Em melhor série dramática, por exemplo, concorrem as novatas Outlander, Mr. Robot (a favorita a levar o prêmio) e Narcos, junto com Empire (que está em sua segunda temporada) e com Game of Thrones (que se encaminha para seu sexto ano na HBO). A vencedora dessa estatueta em 2015, The Affair, por exemplo, nem sequer foi lembrada neste ano nas indicações.

Leia também:

Campanha quer banir perguntas sexistas no Globo de Ouro

Wagner Moura é indicado ao Globo de Ouro por ‘Narcos’

Ricky Gervais vai apresentar o Globo de Ouro 2016

Na categoria de melhor ator de série dramática, o brasileiro Wagner Moura concorre por Narcos e, embora sua performance como o chefe do tráfico colombiano Pablo Escobar seja realmente muito boa, suas chances de levar o prêmio não são das melhores. Ele corre por fora na disputa, que deve ser uma boa briga entre Jon Hamm, o eterno Don Draper de Mad Men, e Rami Malek, uma revelação de Mr. Robot. Também concorrem Bob Odenkirk, de Better Call Saul, e Liev Schreiber, de Ray Donovan.

Já na categoria de melhor atriz em série dramática, disputam o prêmio Caitriona Balfe, por Outlander; Viola Davis, de How to Get Away with Murder; Eva Green, por Penny Dreadful; Taraji P. Henson, de Empire; e Robin Wright, de House of Cards. Viola vai à festa já com um Emmy por seu trabalho com a advogada Annalise Keating, o que não significa que ela é a favorita absoluta ao troféu – Caitriona foi muito elogiada por seu papel em Outlander e Taraji também é uma forte concorrente.

Em melhor série cômica, a HBO concorre com produções de serviços de streaming: brigam pelo prêmio Casual (do Hulu), Mozart in the Jungle (do Amazon Prime Video), Orange Is the New Black (da Netflix), Silicon Valley (HBO), Transparent (do Amazon Prime Video) e Veep (HBO). Vencedora do ano passado, Transparent voltou com força em sua segunda temporada e é novamente a favorita à estatueta.

Os elogios a Transparent, aliás, se devem muito a seu protagonista, o ator Jeffrey Tambor, que apresenta uma performance delicada e poderosa como a transgênero Maura Pfefferman. Por isso, ele, o vencedor no ano passada na categoria de melhor ator em série cômica, tem grandes chances de levar novamente o troféu. Ele concorre com Aziz Ansari, de Master of None; Gael García Bernal, de Mozart in the Jungle; Rob Lowe, de The Grinder; e Patrick Stewart, de Blunt Talk.

Em melhor atriz de série cômica, brigam pela estatueta Rachel Bloom, de Crazy Ex-Girlfriend; Jamie Lee Curtis, de Scream Queens; Julia Louis-Freyfus, de Veep; Gina Rodriguez, de Jane the Virgin; e Lily Tomlin, de Grace and Frankie. É uma categoria em que realmente tudo pode acontecer: Rachel, Jamie e Lily foram muito elogiadas por suas atuações – além de estarem em série novas, algo que o Globo de Ouro gosta de reconhecer -, Julia é sempre ótima em Veep e Gina levou o prêmio no ano passado. Uma briga boa.

Outra categoria que deve chamar a atenção durante a noite é a de melhor atriz em minissérie ou filme para a televisão, por “culpa” de Lady Gaga, que surpreendeu em American Horror Story: Hotel e tem tudo para levar o prêmio. A disputa será principalmente entre ela e Kirsten Dunst, por Fargo, que também está muito bem na produção. Mas Gaga tem um apelo pop ao qual o Globo de Ouro dificilmente vai resistir.