Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Autor da série de livros ‘Maze Runner’ é acusado de assédio

James Dashner é acusado por jovens aspirantes ao título de escritoras; no Twitter, o escritor pediu desculpas e disse que vai procurar ajuda

Após Jay Asher, autor de 13 Reasons Why, ser acusado de assédio sexual, agora outro escritor de livros adolescentes se vê envolvido nos escândalos que vêm abalando Hollywood: James Dashner, autor da popular série Maze Runner (que deu origem a uma trilogia de filmes), foi acusado de assediar jovens autoras que pedem ajuda e ele.

As acusações vieram à tona em um fórum de discussões sobre literatura adolescente, no qual várias usuárias afirmaram que Dashner se aproximava, prometendo ajudá-las a publicarem seus livros, e sumia quando elas negavam um encontro com ele. “Uma das histórias contadas no tópico me lembrou a minha. Meu assediador foi James Dashner, ele fica em cima de escritoras novatas. Cuidado”, escreveu uma das mulheres que o acusam.

No Twitter, o escritor afirmou que passou os últimos dias refletindo. “Não honrei ou entendi limites ou a dinâmica do poder. Eu posso dizer sinceramente que nunca machuquei intencionalmente outra pessoa. Mas àquelas que se sentiram afetadas, eu peço desculpas. Estou encarando todas as críticas e acusações de maneira séria, e vou procurar aconselhamento e orientação para tratar desse assunto.”

O empresário de Dashner, Michael W. Bourret, pediu demissão após as acusações surgirem. “Eu não poderia continuar trabalhando com James nessas circunstâncias, então pedi demissão”, disse o empresário para a agência Associated Press. A Random House, editora que publica seus livros, ainda não se posicionou após as acusações.

Filme ‘Maze Runner: A Cura Mortal’

Filme ‘Maze Runner: A Cura Mortal’ (Reprodução/Divulgação)