Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Asia Argento nega abuso sexual de menor de idade: ‘Fui apenas amiga dele’

Atriz afirma que uma quantia foi paga a Jimmy Bennett por Anthony Bourdain, seu namorado à epoca, para que ele parasse de importunar o casal

Asia Argento negou que tenha abusado sexualmente de um ator menor de idade, em comunicado enviado ao jornalista Yashar Ali e publicado nesta terça-feira no Twitter. No domingo, uma reportagem do jornal The New York Times afirmava que a atriz italiana, uma das primeiras a ter acusado o produtor Harvey Weinstein de abuso, no ano passado, havia feito um acordo para pagar 380.000 dólares (cerca de 1,5 milhão de reais) a Jimmy Bennett, que relatou ter sido abusado por ela.

Asia afirma que um pagamento a Bennett foi feito, mas não por ela, e sim por seu namorado na época, o chef americano Anthony Bourdain, morto em junho. A atriz afirma que esse pagamento foi feito para que Bennett parasse de persegui-los. “Estou profundamente chocada e magoada por causa dessa notícia completamente falsa”, diz Asia no comunicado. “Nunca tive qualquer relação sexual com Bennett.”

“Fui apenas amiga dele por vários anos, amizade que terminou quando, após eu ter exposto o caso Weinstein, Bennett – que estava com sérios problemas financeiros e que tinha tomado medidas legais contra sua própria família pedindo indenização – inesperadamente pediu uma quantia exorbitante de dinheiro para mim”, diz Asia. “Bennett sabia que meu namorado, Anthony Bourdain, parecia ser um homem muito rico e tinha que proteger sua reputação como uma pessoa amada pelo público.”

Ela afirma que Bourdain insistiu para lidar com o assunto “de maneira privada”. “Anthony tinha medo da propaganda negativa que essa pessoa, que ele considerava perigosa, poderia trazer para nós. Decidimos lidar com o pedido de Bennett com compaixão e ajudá-lo. Anthony ajudou Bennett financeiramente, com a condição de que nós não sofreríamos mais intrusões na nossa vida.”

Bennet, atualmente com 22 anos, interpretou o filho de Asia no filme Maldito Coração (2004), quando ele tinha 7 anos. A reportagem do New York Times afirma que o abuso sexual aconteceu em 2013, quando o garoto tinha 17 anos.