Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fuvest: Para candidato de Medicina, biologia não foi determinante

Com questões mais fáceis do que a média para o exame, a disciplina trouxe alívio para os estudantes, principalmente os da área de Humanas

Por Teo Cury Atualizado em 28 nov 2016, 00h47 - Publicado em 27 nov 2016, 23h19

O estudante em busca de uma vaga para o curso de Medicina encontrou uma prova de biologia mais fácil do que a média na primeira fase da Fuvest, realizada neste domingo. Para o candidato à Medicina, a prova de biologia não foi determinante, de acordo com o supervisor da disciplina do Anglo Nelson de Castro.

Ou seja, o estudante que pretende cursar Medicina, o curso mais disputado da Fuvest, teve de ir muito bem nas outras disciplinas. “Literatura, por exemplo, que este ano foi bastante difícil, é um diferencial para esse candidato”, explica Castro.

  • “A prova de biologia nunca é muito difícil, mas este ano foi bem fácil, ainda mais em relação ao ano passado”, conta. Segundo ele, a distribuição das questões foi boa e nenhuma das alternativas levava os candidatos à dúvida na hora de responder.

    Paulo Moraes, diretor de ensino do Anglo Vestibulares, explica que a prova de biologia foi a a única que apresentou dificuldade de média para fácil. “A Fuvest como um todo não teve nenhuma surpresa, mas exigiu um candidato com repertório. Aluno sem base, não saberia responder.”

    Para Castro, a questão 47 da prova V, que citava a canção “Ciranda da bailarina”, de Chico Buarque e Edu Lobo, foi a mais fácil das dez. “Essa questão foi gostosa de fazer para o candidato. Ela é bem básica porque se trata da realidade brasileira.”

    O supervisor vê a Fuvest buscando referências no modo que o Enem formula suas perguntas, com perguntas cada vez mais interpretativas de onde a resposta pode ser mais facilmente encontrada.

    No Twitter, os candidatos confirmaram a preferência pela disciplina nesta Fuvest:

    Primeira fase

    Neste domingo, 136.736 candidatos prestaram a primeira fase da Fuvest. Em disputa, estão 8.734 vagas em cursos da Universidade de São Paulo (USP) e 120 da Faculdade de Medicina da Santa Casa. Com 90 questões múltipla escola, a prova aborda o conjunto das disciplinas do núcleo comum obrigatório do ensino médio: Português, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia e Inglês, com algumas questões interdisciplinares. São cinco horas de duração da prova — em média, os candidatos têm pouco mais de três minutos para cada questão.

    Continua após a publicidade
    Publicidade