Clique e assine a partir de 8,90/mês

Sete escolas encerram os desfiles do Grupo Especial do Carnaval de SP

Tradicionais Mocidade Alegre, Águia de Ouro e Gaviões da Fiel estão entre as agremiações que vão desfilar neste sábado; veja a ordem

Por Da Redação - Atualizado em 23 fev 2020, 01h59 - Publicado em 22 fev 2020, 22h50

Após uma noite marcada por atrasos, sete escolas fecham os desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo, neste sábado, 22, no Sambódromo do Anhembi, Zona Norte da capital paulista. Os desfiles começam a partir das 22h30 e as tradicionais Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Águia de Ouro passarão pela avenida.

O céu deve permanecer encoberto durante toda a noite de desfiles e as temperaturas em torno dos 16ºC, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências da prefeitura. Há previsão de chuva fraca.

Confira a ordem dos desfiles

A primeira escola a entrar na avenida é a Pérola Negra, a partir das 22h30, com o enredo “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, em homenagem ao povo cigano. Na sequência, a Colorado do Brás leva o enredo “Que Rei Sou Eu?” para contar a história de Dom Sebastião, rei português do século XVI.

À 0h40, a Gaviões da Fiel entra em cena para comemorar seus 50 anos com a estreia do carnavalesco Paulo Barros no carnaval paulistano – ele é tetra campeão no Rio. O enredo será “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê” e falará sobre casos de amor.

Na sequência, à 1h45, a tradicional Mocidade Alegre vai falar sobre o pode feminino utilizando elementos da cultura afro. O enredo “Do canto das Yabás renasce uma nova morada” exalta o poder feminino para reconexão com universo.

Logo depois, outra escola com tradição entra em cena na avenida, a Águia de Ouro, a partir das 2h50. O enredo “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” aborda a sabedoria.

A penúltima escola será a Unidos de Vila Maria, a partir das 3h55. O enredo “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” vai homenagear a China, com dragões chineses e outras figuras que representam a fartura da cultura chinesa.

Para fechar Grupo Especial do carnaval paulistano, a Rosas de Ouro entra na avenida às 5h. A apresentação promete falar sobre a quarta revolução industrial. O enredo se chama “Tempos Modernos”.

Continua após a publicidade
Publicidade