Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paulo Betti critica demissão de Maria Ribeiro do ‘Saia Justa’

Ator contou que atriz foi dispensada por telefone 'de forma deselegante e injusta na véspera do natal'

Por Da redação Atualizado em 21 set 2017, 15h25 - Publicado em 21 set 2017, 14h44

Paulo Betti comentou nas suas redes socais a saída da ex-mulher Maria Ribeiro do programa Saia Justa, exibido pelo canal GNT. Nesta quarta-feira, a convidada da produção foi Laís Bodanzky, diretora de Como Nossos Pais, filme estrelado por Maria, que não participou do bate-papo.

No Instagram, Betti postou uma foto de Laís com a jornalista Barbara Gancia, que também participou da exibição: “Foi visível e risível o desconforto, verdadeira saia justa. Maria Ribeiro foi demitida pelo telefone, de forma deselegante e injusta, na véspera do natal. Hoje, foi a volta do cipó de aroeira! Imagino o clima nos bastidores! A ausência de Maria foi eloquente!”. 

View this post on Instagram

Foi visível e risível o desconforto, verdadeira Saia Justa, Maria Ribeiro foi demitida pelo telefone, de forma deselegante e injusta, na véspera do natal, hoje foi a volta do cipó de arueira! Imagino o clima nos bastidores!A ausência de Maria foi eloquente!

A post shared by Paulo Betti (@paulobetti) on

Continua após a publicidade

  • Maria Ribeiro saiu do programa em dezembro de 2016, sendo substituída por Taís Araújo. Apesar dos comentários de que havia sido demitida por causa de uma briga com a Barbara Gancia, já explicou em seu Twitter que não tinha rivalidade com a jornalista: “Barbara e eu não estamos brigadas! Pra mim, não tem mulher mais generosa, corajosa e inteligente”, publicou em 2016. Na noite de quarta, Maria postou uma foto do programa que estava sendo exibido e elogiou: “Minhas musas Barbara Gancia e Lais Bodanzky na minha ex-casinha”. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade