Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pai de Britney Spears desiste de ser o tutor da cantora

A artista pop tenta se libertar do regime de tutela legal a que é submetida há 13 anos

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 12 ago 2021, 18h51 - Publicado em 12 ago 2021, 18h49

Em mais uma vitória contra o regime de tutela a que é submetida há 13 anos, a cantora Britney Spears deverá deixar de ter seu pai, Jamie Spears, como seu tutor legal. Segundo documentos obtidos pelo jornal The New York Times, o pai da cantora desistiu da função. Ele manifestou ainda o desejo de ajudar na transição para um novo tutor.

A cantora, de 39 anos, está acumulando algumas vitórias na Justiça recentemente, após trocar de advogado. Ela tenta há anos deixar o regime de tutela total em que é submetida e que não lhe permite movimentar suas finanças nem tomar algumas decisões pessoais.

“Mesmo sendo o senhor Spears o alvo incessante de ataques injustificados, ele não acredita que uma batalha pública com a sua filha sobre seu serviço como tutor dela seria de seu interesse”, dizem os documentos. “Assim, embora ele deva contestar esta petição injustificada para sua remoção, o senhor Spears pretende trabalhar com o tribunal e com o novo advogado de sua filha para preparar para uma transição ordenada para um novo tutor”, completa.

Em resposta à saída de Jamie Spears, o advogado da cantora, Mathew S. Rosengart, divulgou um comunicado oficial. “Estamos satisfeitos que o Sr. Spears e seu advogado tenham admitido hoje que ele deve ser removido. Estamos desapontados, no entanto, por seus ataques vergonhosos e repreensíveis em curso contra a Sra. Spears”, diz o texto. “Esperamos continuar nossa investigação vigorosa sobre a conduta do Sr. Spears e outros, nos últimos 13 anos, enquanto ele colheu milhões de dólares do patrimônio de sua filha, e estou ansioso para receber o depoimento juramentado do Sr. Spears no futuro próximo.”

Desde que foi submetida ao controle do pai por sua suposta incapacidade, Britney lançou quatro discos, fez turnês e foi jurada de TV. O arranjo, no entanto, foi interrompido em 2020. Desde então, ela tem se recusado a trabalhar enquanto durar a tutela. Ela parou de fazer shows e de gravar novas músicas até que tenha sua autonomia de volta.

Continua após a publicidade

Publicidade