Clique e assine com até 92% de desconto

Lollapalooza é adiado no Chile e na Argentina por medo do coronavírus

A assessoria do evento, marcado no Brasil para os dias 3,4 e 5 de abril, afirmou que ainda não há respostas para um possível adiamento

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 12 mar 2020, 19h09 - Publicado em 12 mar 2020, 15h37

A edição chilena do festival Lollapalooza anunciou nesta quinta-feira, 12 que o evento foi adiado para o segundo semestre de 2020 em razão do coronavírus – ele estava agendado para acontecer nos dias 27, 28 e 29 de maio. O mesmo ocorreu com o festival na Argentina, que ocorreria nesses mesmos dias. A edição ainda não tem uma nova data.

“Estamos trabalhando para a reprogramação da edição 2020 do festival para a segunda metade do ano. Diante desse fato sem precedente, nossa prioridade máxima é preservar a saúde e segurança do público, artistas e equipe de trabalho, e acatar as medidas preventivas da autoridades públicas e sanitárias. Em breve compartilharemos as datas através de nossa página oficial e nossas redes sociais”, disse o comunicado chileno.

  • No Brasil, o Lollapalooza está marcado para os dias 3, 4 e 5 de abril. Os patrocinadores já teriam sido avisados sobre o adiamento. A T4F pode divulgar uma nota oficial nesta sexta-feira, 13. Procurada por VEJA, a assessoria do festival disse que ainda “não há respostas” sobre um possível adiamento ou cancelamento. O evento que será realizado no autódromo de Interlagos precisaria ser realizado até agosto, devido a agenda de corridas da Fórmula 1.

    Publicidade