Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Ex de Depp vai de vítima a cancelada – e vira piada até para Chris Rock

Revelações sobre Amber Heard em batalha judicial com ex foram satirizadas por humorista - que recentemente esteve nos holofotes por levar tapa de Will Smith

Por Da Redação Atualizado em 18 Maio 2022, 16h03 - Publicado em 17 Maio 2022, 09h42

Após alguns dias de recesso, a batalha judicial entre Johnny Depp e a ex-esposa Amber Heard foi retomada ontem nos tribunais da Virgínia, Estados Unidos. A tensa disputa, que chama atenção nos noticiários há mais de um mês, está mais próxima do fim. Nas últimas semanas, os relatos vulneráveis da atriz acabaram virando piada em redes sociais como o TikTok, em uma lógica invertida — mas não rara para a internet. De cancelado, Depp agora está sendo visto como vítima. Recentemente, o depoimento da atriz virou piada para o comediante Chris Rock. Segundo a revista americana Vanity Fair, Rock abordou o caso em um show de comédia em Londres, ocasião em que rotulou Heard como desonesta. “Acredite em todas as mulheres, acredite em todas as mulheres, exceto Amber Heard”, disse.

O comediante zombou de um suposto episódio em que Heard teria defecado do lado da cama em que o ator dormia. “Uma vez que você defeca na cama de alguém, você é culpado de tudo… O que diabos está acontecendo lá? Uau. E eles tiveram um relacionamento depois disso”, continuou Rock na apresentação. Ele não foi o único comediante a abordar o caso. No episódio de 14 de maio do Saturday Night Live, famoso programa humorístico da TV americana, uma cena reproduziu a acusação nos tribunais e o suposto incidente das fezes.

Segundo o depoimento de Depp, ele recebeu imagens do ocorrido através de seu segurança, em 2016, depois de uma briga dos dois durante a festa de 30 anos da atriz. O episódio já foi abordado em outros momentos da disputa do casal. Em seu depoimento nesta segunda-feira, 16, Heard novamente negou o incidente, reafirmando sua versão da história de que as fezes pertenciam ao cachorro do ator. Questionada se teria sido uma “pegadinha que deu errado”, conforme descrito pelo segurança de Depp, a atriz disse: “Em primeiro lugar, não acho isso engraçado. Eu não sei qual mulher adulta acha. Eu também não estava com humor para brincadeiras. Minha vida estava desmoronando… Eu tinha acabado de ser atacada no meu aniversário de 30 anos pelo meu marido violento por quem eu estava desesperadamente apaixonada”. Segundo ela, o cachorro teria comido a maconha de Depp quando era filhote e tinha problemas de controle intestinal desde então.

Ainda no depoimento desta segunda, a atriz voltou a dizer que, ao longo do relacionamento, Depp tentara impedi-la de trabalhar, sobretudo em papéis que envolvessem conteúdo sexual. Ela alega que Depp a agrediu fisicamente por conta de uma cena de sexo no filme London Fields. “O filme foi fonte de muita briga entre nós por causa da sexualidade no papel. Foi uma negociação constante entre mim e os cineastas”, disse. Depp teria exigido que os dois assistissem a uma exibição do filme antes de ser lançado.

No entanto, tratava-se de outra pessoa na cena em questão, uma dublê de corpo. “Sem que eu soubesse, sem minha permissão, eles usaram um dublê para fazer uma cena de sexo”, contou a atriz. Depp teria ficado “chateado” e “irado” e a chamou de “mentirosa, prostituta, entre outras coisas”; em seguida, a atingiu com um tapa no rosto e um soco no queixo. “Em um ponto ele empurrou ou jogou, é difícil descrever qual desses dois, porque eu voei para dentro de um móvel antigo”, descreveu. “Foi a primeira vez que pensei ter sofrido uma concussão.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)