Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Disney adia ‘A Bela e a Fera’ na Malásia por censura a ‘cena gay’

Governo do país, que é muçulmano, liberou a exibição do longa mediante o corte

Por Da redação
Atualizado em 14 mar 2017, 15h58 - Publicado em 14 mar 2017, 10h39

A Disney decidiu adiar a estreia na Malásia da nova versão de A Bela e a Fera, depois que autoridades do país, um enclave muçulmano do Sudeste Asiático, censuraram o longa por contar com “um momento gay”. A censura, que ordenou o corte do trecho do filme considerado inadequado, acontece uma semana depois de a Rússia declarar o longa impróprio para menores de 16 anos, pela mesma razão, a pedido de um deputado ultraconservador. Isso tudo porque o diretor de A Bela e a Fera, Bill Condon, afirmou que há um personagem gay no filme, que, contudo, não tem nenhuma cena de paixão explícita.

A Disney se opôs ao corte e suspendeu a estreia de A Bela e a Fera na Malásia. Os pôsteres dos cinemas de Kuala Lumpur indicam que a exibição do filme foi “adiada até novo aviso”.

A Bela e a Fera também foi criticada em Singapura, país vizinho da Malásia, onde o clero cristão acusou a Disney de desviar-se dos “valores saudáveis ​​e dominantes”. “Aconselhamos os pais a conversar com seus filhos sobre esta nova versão”, declarou o bispo Rennis Ponniah, presidente do Conselho Nacional das Igrejas de Singapura.

Continua após a publicidade

A homossexualidade é ilegal na Malásia e em Singapura, e pode resultar em prisão em ambos os países.

(Com agência France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.